Destaques

Guanambi: PF prende assessor de Arthur Maia por fraude em licitações




Foto: ilustrativa

A Polícia Federal deflagrou a Operação Manipulação, na manhã desta quarta-feira (30), com o objetivo de desarticular esquemas de fraude em licitações, contra prefeituras do Sudoeste da Bahia.

A operação conjunta, também envolve o Ministério Público Federal e a Controladoria Geral da União (CGU), órgão que identificou as fraudes.

Os agentes cumpriram mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão contra André Luís Costa Donato, assessor do Deputado Federal Artur Maia.

Foto: Polícia Civil

Donato é acusado de participar em esquemas que fraldavam licitações em Guanambi, Pindaí e Palmas de Monte Alto, onde, supostamente, contou com a participação do ex-prefeito Manoel Rubens, um dos réus investigados pela Operação.

Donato é acusado, ainda, de manter um contrato supostamente fraudulento com a Prefeitura de Pindaí para a prestação do serviço de transporte escolar, por meio de empresa constituída em nome de terceiros.

Em razão da prática de crimes similares, André Donato já foi condenado pela Justiça Federal em Guanambi em outras duas ações penais (processos nº 1367-46.2009.4.01.3309 e 4358-53.2013.4.01.3309), em uma delas, inclusive, por formação de quadrilha voltada para a prática de fraudes a licitações.

Ao decretar a prisão preventiva, a Justiça Federal considerou que “a manutenção do investigado André Luís Costa Donato em liberdade provavelmente implicará na reiteração das condutas aqui combatidas, atingindo-se a ordem pública”.




(Com informações da Assessoria de Comunicação do Ministério Público Federal na Bahia)