Destaques

Bahia: doença misteriosa que causa urina preta e dores musculares pode ser provocada pelo consumo de peixe





Pesquisadores informam que a doença misteriosa que acometeu pessoas em Salvador e Valença, é tratada como uma "possível variante de mialgia epidêmica", a Doença de Bornholm.

As vítimas apresentam fortes dores musculares e urina preta. De acordo com o Bahia Notícias, a Secretaria de Saúde (Sesab) emitiu um alerta epidemiológico para as unidades de saúde, orientando aos profissionais como tratar da doença.

No alerta, a Sesab notificou nove casos suspeitos em pessoas de três famílias diferentes. Os pacientes apresentavam "fortes dores em região cervical, região do trapézio, seguido por dores musculares intensas nos braços, dorsos, coxas e panturrilhas".

Segundo Bahia Notícias, a infecção não possui tratamento específico. A recomendação é realizar exames, analisar a cor da urina e lesões nos tecidos musculares. É contraindicado o caso de anti-inflamatórios e ácido acetil salicílico (AAS) no caso de lesões nos tecidos. A prevenção abrange cuidados com higiene dos objetos, lavagens das mãos e com os infectados, que não devem circular em ambientes públicos e fechados.

De acordo com o médico infectologista Antônio Bandeira, o consumo de carne do peixe Olho de Boi, conhecido também como Arabaiana, está relacionado à doença. Todos os 11 pacientes em acompanhamento médico disseram ter comido a carne antes ou durante o surgimento dos sintomas. "O risco que existe é a pessoa ter a urina escura, não se hidratar adequadamente e acabar tendo uma insuficiência renal. E isso pode acontecer", alertou Bandeira. 



Em entrevista ao Gi Bahia, Bandeira classificou a situação de Salvador como um surto. "Anteriormente não tínhamos registro da doença, e agora já são 9 casos. Isso configura um surto", explicou ao relatar que, dos nove pacientes confirmados, três ficaram com a urina preta e, dessas, uma evoluiu para a insuficiência renal.