Breaking News

Ação da PM baiana já resultou em confronto e morte de três bandidos suspeitos da morte dos dois policiais, em Lapa



Foto: Polícia Militar

Três bandidos já morreram após o ataque à cidade de Bom Jesus da Lapa, empreendido por um grupo com mais de trinta homens fortemente armados, na noite do último domingo (22), em confrontos com a força-tarefa montado por policiais de várias companhias da PM baiana, em todo o Oeste do Estado e em áreas de estados vizinhos.

O primeiro bandido morreu durante o tiroteio na tentativa de assaltar as agências do Banco do Brasil e do Bradesco. Inicialmente, foi identificado como Tiago da Silva, natural de Barreiras. No entanto, a polícia descobriu que os documentos eram falsos e identificou o verdadeiro nome do assaltante, Marcelo Alves de França (38), conhecido como Célio de Laurita, natural de Cabrobó, em Pernambuco.



Durante a manhã desta terça-feira (24), foi encontrado o corpo de Edgar José Gundim, conhecido como Edgar de Nó, na zona rural de Juazeiro, Norte da Bahia. Seguindo a polícia, o homem possuía também era natural de Cabrobó e possuía envolvimento com a quadrilha que atacou Lapa e, provavelmente, foi atingido no tiroteio com a equipe do BOPE, morreu e foi descartado pelos comparsas durante a fuga. O assaltante teria matado dois policiais em Pernambuco e Bahia.

Outro bandido morreu em confronto com as forças policiais que executam a Operação Divisa Segura, na cidade de Côcos, por volta das 11h20 desta quarta-feira (25). De acordo com a polícia, guarnições da Cipe Litoral Norte, da Cipe Cacaueira e do 5º Pelotão da 30ª CIPM, realizavam rondas na cidade, quando foram alertadas sobre uma grande movimentação de homens em determinada residência alugada por um traficante. 




Quando os policiais chegaram ao local descobriram que os suspeitos haviam abandonado o imóvel. Entraram em contato com o proprietário da casa que indicou o nome de Marisley como a pessoa responsável pelo aluguel. Os policiais se dirigiram à residência da mãe do acusado e quando se aproximaram do imóvel, no Bairro Parque Palmeiras, o traficante fugiu do local, levando os policiais a cercarem o quarteirão. O acusado foi localizado em um terreno baldio e recebeu os policiais à bala. Foi atingido no tiroteio e socorrido por uma equipe do SAMU, no entanto, não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde.

A megaoperação policial prossegue em todo o Oeste baiano que encontra-se sob forte aparato policial, na tentativa de oferecer resposta rápida à população, contra a ação aterrorizante dos criminosos, em Bom Jesus da Lapa.