Últimas Notícias

PM prende dois suspeitos e procura um terceiro por envolvimento com a quadrilha que matou os dois policiais em Lapa


Dinho, Maurício e Gildázio. Foto: Whatsapp.


Policiais militares da Companhia Especializada Mata Atlântica (CAEMA) e das Rondas Especiais (RONDESP), cumpriram dois mandados de prisão contra suspeito de envolvimento com a quadrilha que tentou explodir as agências bancárias em Bom Jesus da Lapa no último domingo (22), sequestrou e assassinou dois policiais militares, deixando um ferido.

Os mandados foram expedidos por João Batista Pereira Pinto, Juiz Designado de Carinhanha, no Oeste da Bahia, como resultado das informações obtidas através de escutas telefônicas sobre mensagens trocadas pelos suspeitos.


A justiça expediu mandado de prisão preventiva contra Eldir Ribeiro da Silva, conhecido como Dinha da Barra da Parateca), devido às suas ligações com Gildázio Mendes Pereira, suspeito de ter participado da tentativa do ataque a Bom Jesus da Lapa. Segundo a polícia, Dinho confessou a participação em um assalto contra a agência dos Correios em Serra do Ramalho.

O outro mandado foi de prisão temporária contra Maurício Moraes Ribeiro (Maurício da Barra), também acusado de ter ligações com Gildázio. Maurício apresentou-se espontaneamente à polícia e foi detido.

De acordo com informações obtidas pela redação do Portal Lapa Oeste, Gildázio, que também é de Barra da Parateca, em Carinhanha, está sendo procurado pela polícia, acusado de atuar como informante da quadrilha que ataca bancos e carros fortes, que atacou Bom Jesus da Lapa. Segundo a polícia, Gildázio já foi preso por assalto à mão armada.