Breaking News

CMN amplia renegociação de dívidas de produtores de milho de Sergipe e Bahia



Os produtores de milho afetados pela seca no Sergipe e no nordeste da Bahia tiveram a renegociação das dívidas do crédito rural ampliada. Em reunião extraordinária, o Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou hoje (3) o refinanciamento dos empréstimos de manutenção das lavouras (custeio) e de investimentos contratados em 2016.

A renegociação deverá ser formalizada até 30 de abril. Em novembro, o CMN tinha autorizado o refinanciamento, em até cinco anos, dos empréstimos para os produtores de milho dos dois estados contratados em 2015 e com parcelas em atraso a partir de janeiro de 2016. Na reunião de hoje, o órgão estendeu a renegociação das operações contratadas no ano passado com vencimento programado para 2017.

Em nota, o Ministério da Fazenda informou a renegociação foi ampliada porque as lavouras afetadas pela seca nesta safra também tiveram a produção comprometida. Assim como no refinanciamento original, os produtores terão cinco anos para quitar as parcelas em atraso. A medida abrange tanto produtores individuais quanto cooperativas.

(Agência Brasil)