Últimas Notícias

Treinador de futebol mata menino de 11 anos


Foto: redes sociais

A relação muito próxima entre um garoto de dez anos e seu treinador de futebol acabou em tragédia. Fernando Sierra treinava a equipe infantil do Club Defensor de Maldonado, no Uruguai.

Eles se conheceram em 2015 e desde então a relação foi constante, mas resultou na morte dele e do menino Felipe Romero. 

Filho do ex-jogador de futebol, Luis Romero, o pequeno Felipe foi sequestrado pelo treinador. 

Segundo informações da imprensa, sem autorização da mãe Alexandra, o homem pegou a criança na escola – era um hábito comum entre eles – e depois disso não foram mais vistos.

Após buscas e campanhas nas redes sociais, os corpos do treinador e do menino foram localizados em Villa Serrana, a 150 km da capital do país. Eles possuíam marcas de tiros.

Segundo informações de familiares à imprensa, a mãe já havia sido alertada por uma psicóloga sobre a relação de Fernando com o menino.

Em conversa de Alexandra com o treinador, na última quarta-feira (19), ela pediu que ele não voltasse a ficar sozinho com Felipe. Em resposta, ele disse “se não posso mais ver Felipe, eu me mato”. Após isso, o crime aconteceu.

Tribuna da Bahia



Nenhum comentário

Os comentários publicados não representam o pensamento ou ideologia do Portal Lapa Oeste, sendo de inteira responsabilidade dos seus autores.