Breaking News

Três meses após ataques, PM mata líder da quadrilha que assassinou dois policiais em Bom Jesus da Lapa



Foto: Polícia Civil

Mais de 90 dias depois do ataque de uma quadrilha fortemente armada, a agências bancárias de Bom Jesus da Lapa, no último dia 22 de janeiro, que resultou na morte de dois policiais militares, a PM de Goiás matou um dos chefes do grupo em um confronto nesta quinta-feira (4), na cidade de Aragarças.

Segundo relatos policiais, Carlos Jardiel de Barros Dantas, conhecido como Jardiel Cabeção, era "um líder nato" e comandava todas as ações, principalmente, captando recursos para o bando e organizando as ações criminosas. Ele possuía ligações com grandes facções criminosas do Rio de Janeiro e de São Paulo.

Nesta quinta, localizado por policiais do serviço de inteligência da PM, próximo ao aeroporto da cidade. Assim que percebeu os PMs em dois veículos descaracterizados, iniciou fuga, terminando por colidir o veículo contra o meio-fio. Nesse momento, trocou tiros com os policiais e foi atingido ainda dentro do veículo que conduzia, uma caminhonete modelo Hilux, com placa de Brasília.


Foto: Polícia Militar

Jardiel possuía 40 anos de idade e era natural da cidade de Cabrobó, em Pernambuco. Considerado de alta periculosidade, participou de assaltos a agências bancárias em diversos estados das regiões Nordeste e Centro-Oeste.

Após o confronto, os policiais revistaram o veículo e constataram que Jardiel utilizava uma identidade falsa, em nome de José Carlos de Souza.


Nenhum comentário

Os comentários publicados não representam o pensamento ou ideologia do Portal Lapa Oeste, sendo de inteira responsabilidade dos seus autores.