loading...

Breaking News

Prefeitos do Oeste buscam soluções para área de segurança pública na região



Foto: Jornal Gazeta do Oeste

Visando encontrar soluções para problemas na área de segurança pública, a União dos Municípios do Oeste da Bahia (Umob), reuniu e prefeitos e representantes da Polícia Militar para um debate sobre o assunto. Durante a reunião, que ocorreu nesta segunda-feira (18/09), na sede da entidade, foi discutida a proposta de uma parceria com as Secretarias de Ciência e Tecnologia e Segurança Pública do Estado e também com o Ministério da Ciência e Tecnologia com intuito de fazer valer o projeto, – Oeste Digital.

Conforme explica a secretária executiva da Umob, Erika Seixas, no ano passado foi feita cessão de uso do equipamento LTT, um aparelho transmissor de dados, 4G, para a UMOB e agora, os gestores buscam parcerias para solucionar problemas com a segurança pública.

“O intuito é firmar parcerias objetivando integrar os 15 municípios do Oeste, melhorando assim, o serviço de vídeo monitoramento da polícia, aumentando a estratégia de inteligência da Polícia Militar não só na região, mas em toda a Bahia, já que o equipamento abrange uma área extensa”, explica Erika.

Para o Coronel Salomão, esse equipamento vai contribuir muito com o trabalho da polícia. “Com uma tecnologia dessas, com certeza o trabalho da polícia será ainda melhor e ágil. Precisamos cada vez mais de recursos tecnológicos”, destacou o coronel.

Na oportunidade, os prefeitos, juntamente com os coordenadores de Esporte de Barreiras Fernando Machado e também o de Riachão das Neves Fábio


Dias, trataram sobre a importância do Esporte tanto para o desenvolvimento humano como também de inclusão social.

Na ocasião, o gerente do Banco do Nordeste, Carlos Gomes falou sobre a semana de regularização de dívidas rurais em todos os municípios baianos. Conforme explicou ele, o Nordeste irá promover entre os meses de setembro a dezembro, semanas de mobilização nas quais agentes da instituição irão até as comunidades, levando boletos para liquidação ou renegociação das dívidas. O objetivo é facilitar o acesso dos produtores inadimplentes aos benefícios da Lei 13.340, regulamentada em dezembro de 2016, que oferece o maior desconto para liquidação já concedido para o setor rural. Em alguns casos vai até a 95% de desconto.

“Pedimos para que vocês gestores analisem esse projeto em caráter de urgência, para conseguirmos êxito, pois precisamos fazer uma ação conjunta”, disse Carlos.

Jornal Gazeta do Oeste