Últimas Notícias

Professores protestam durante 7 de Setembro em Bom Jesus da Lapa


Foto: divulgação

Um grupo de professores da rede municipal de ensino de Bom Jesus da Lapa realizou uma manifestação em frente ao palco onde estavam as autoridades, durante o desfile do 7 de Setembro, nesta quinta-feira (7), na Avenida Duque de Caxias.
Os professores utilizaram cartazes protestando contra o não pagamento dos títulos precatórios do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef), para os profissionais em educação.
Em conversa com a reportagem do Portal Lapa Oeste, um dos organizadores do movimento explicou que os professores tem direito a 60% dos recursos, que nunca foram pagos.
O organizador acrescentou que o objetivo da manifestação era chamar a atenção dos representantes da administração municipal e do poder judiciário, que estavam no palco, alertando para a demora na tramitação e a falta de ação da justiça em favor dos direitos dos professores.
Ainda segundo o interlocutor do movimento de protesto, a garantia de recebimento dos recursos provenientes dos precatórios, está assegurada na Lei n. 9.424, de 24 de dezembro de 1996, que constituiu o Fundef, substituída pela Lei 11.494, de 20 de junho de 2007.

Foto: divulgação

A APLB Sindicato realizou um encontro com cerca de 400 profissionais da educação em Salvador, no último dia 2 de setembro, para discutir a situação dos precatórios, que se trata de uma dívida trabalhista, gerada por um erro de cálculo do Governo Federal ao criar o Fundef.
“Essa é uma luta que já foi vencida pela sociedade civil, que está garantindo fortunas a estados e municípios e a luta para que os trabalhadores da Educação recebam esses recursos está sendo construída nacionalmente pela APLB-Sindicato”, afirmou Rui Oliveira, coordenador-geral da APLB Sindicato.


Foto: divulgação



Nenhum comentário

Os comentários publicados não representam o pensamento ou ideologia do Portal Lapa Oeste, sendo de inteira responsabilidade dos seus autores.