Breaking News

Lapa: vereadores procuram o MP contra decreto de ponto facultativo do Prefeito Eures Ribeiro



Os vereadores Neto Magalhães e Jair do Leocádio foram procurados por pais de alunos e dialogaram com funcionários públicos municipais, sobre o decreto do Prefeito Eures Ribeiro que determinou ponto facultativo na última quinta-feira (28), durante a visita do Governador Rui Costa à cidade.

Segundo as assessorias de comunicação dos dois políticos, ambos procuraram o Ministério Público durante a manhã desta segunda-feira (2), com o objetivo de formalizar uma representação contra a Administração Municipal, por consideraram que a interrupção das aulas causou prejuízos ao ano letivo dos alunos.


Argumentam, ainda, que a justificativa apresentada informando que o decreto foi publicado devido à visita do Governador Rui Costa, não demonstra coerência, pois o parque de energia solar não é uma obra municipal.

Os vereadores denunciam que pais de alunos se mostraram contrariados com o dia sem aulas e funcionários municipais teriam declarado sua rejeição à obrigatoriedade de comparecer à recepção ao Governador, no aeroporto municipal. Esses funcionários teriam se recusado a se identificar por medo de represálias.

“É um absurdo prejudicar o ano letivo dos estudantes para poder fazer politicagem e é igualmente desprezível que funcionário seja obrigado a comparecer a um evento sob ameaça de ser exonerado. Em que mundo nós vivemos? Não é possível que ainda existam políticos que queiram mostrar prestígio e força política à base do açoite e do ditatorialismo”, lamentou Neto Magalhães.



Nenhum comentário

Os comentários publicados não representam o pensamento ou ideologia do Portal Lapa Oeste, sendo de inteira responsabilidade dos seus autores.