Breaking News

Prefeito de Ibotirama corta salários e reduz gastos para enfrentar crise nacional



Foto: reprodução

O Prefeito de Ibotirama, Terence Lessa, realizou nas últimas semanas, uma série de reuniões acompanhado do Vice-Prefeito, com Secretários Municipais, Servidores de Diversas Áreas, Colaboradores, e Vereadores para discutir a queda atual das receitas do município devido à crise que continua assolando as Prefeituras de todo o país e a crescente necessidade de contenção/corte de gastos, visando equilibrar despesas e receitas. Inclusive em um desses encontros o Prefeito tranquilizou os servidores, informando que não haveria demissões e exonerações, porém ressaltou que haveria corte de gastos, o que incluiria uma redução de salários para desonerar a folha de pagamento.



O gestor Ibotiramense usou como base um anúncio feito pelo Governo Federal de que a queda de repasses para os municípios tem sido uma constante e poderá chegar a 40% ainda este ano, o que revela um quadro extremamente preocupante para os próximos meses e a necessidade de medidas urgentes. 

Terence comentou que terá que se ajustar à realidade difícil e para se adequar a Lei de Responsabilidade Fiscal e para conseguir honrar com os compromissos nos próximos meses terá que recorrer a uma severa contenção de despesas, realizando cortes, mesmo contra sua vontade.

O município de Ibotirama tem um gasto muito alto com funcionários, no entanto, há um limite imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal de 54%. O Prefeito Terence Lessa disse que para solucionar esse problema adotará estudos criteriosos para que os serviços públicos não parem e já avisou que fará cortes nos salários de Prefeito, Secretários e Comissionados, além de Adicionais para se adequar à nova realidade.



“Com uma receita atual igual a vários anos, somando aos reajustes do salário mínimo, mais o reajuste dos Professores e queda brutal da arrecadação; as medidas serão duras, porém necessárias. Pelo menos pelos próximos 6 meses, teremos forçosamente que reduzir salários de prefeito vice-prefeito, secretários e detentores de cargos Comissionados”, destacou o prefeito Terence.

A queda de receita é explicita e gritante não somente em Iboitirama, mas na maioria dos municípios do Brasil, por isso, vários prefeitos que têm responsabilidades estão tomando medidas impopulares.

Segue abaixo algumas das medidas visando à redução de gastos públicos, anunciadas pelo Prefeito já para os próximos meses:



– Redução de 10% sobre os adicionais não incorporados de servidores permanentes;

– Redução e 15% sobre os vencimentos de servidores comissionados, incluindo Prefeito, vice-prefeito e secretários;

– Auditoria para se verificar o recebimento de adicionais indevidos recebidos por alguns servidores;

– Redução de gastos com passagens;

– Redução de gastos com gasolina;

– Redução de gastos com energia e água;

– Redução de gastos com aluguéis;



O Prefeito de Ibotirama-Bahia, vem ao longo dos anos adotando medidas de austeridade, pois é muito rigoroso no controle das despesas da prefeitura, todavia, este ano, ele terá de atuar de uma forma inda mais firme para equilibrar as contas e evitar que faltem serviços essenciais à população.

Como já estampados em quase todos os veículos da imprensa nacional, diversas prefeituras do país estão fechando suas portas, atrasando os salários dos servidores, inclusive muitos prefeitos estão demitindo em massa, Em Ibotirama os funcionários estão recebendo em dia, mas é necessário cortar da própria carne e as medidas são necessárias justamente para continuar garantindo a estabilidade financeira.

  Correio do Oeste  



Nenhum comentário

Os comentários publicados não representam o pensamento ou ideologia do Portal Lapa Oeste, sendo de inteira responsabilidade dos seus autores.