Breaking News

Clima favorece safra 2017/18




Não é novidade para ninguém que os estados mais ao Norte/Nordeste tendem a sofrer com períodos mais secos durante essa época do ano. O ano de 2017 foi marcado por uma forte ausência de chuva durante os meses de setembro e outubro para grande parte das regiões produtoras no Norte e Nordeste do Brasil. Porém, como foi previsto nos últimos textos e vídeos disponibilizados no site www.agroclima.com.br e no Blog do Agroclima - as chuvas voltaram.


Durante a primeira quinzena de novembro as chuvas já vinham ocorrendo de forma mais isoladas em grande parte do Tocantins, sul do Pará, sul do Piauí e oeste da Bahia. Porém nos últimos dias um corredor de umidade proveniente da Amazônia se acoplou com uma frente fria sobre o oceano, conforme mostra a imagem de satélite abaixo. Isso tem causado grandes acumulados de chuva para essas regiões produtoras.
Monitoramento

Durante o início da primeira semana de novembro, em conversa com um de nossos clientes do sul do Piauí, a sugestão foi que iniciasse o plantio, pois as chuvas estavam para chegar. Nesta terça-feira (14), o produtor rural informou que 80% da área já está plantada, porém o grande volume de chuva dificulta a continuidade dos trabalhos. 


O fato é que a atmosfera irá ajudar os produtores dessas regiões e a chuva dará uma trégua durante a última semana de novembro, abrindo uma janela para retomada de plantio das áreas que ficaram faltando, com expectativa de mais chuvas para a primeira quinzena de dezembro.

A safra 2017/18 tem tudo para ser muito boa e produtiva para os produtores do Tocantins, sul do Pará e do Piauí e também o Oeste da Bahia no que depender do clima. Porém um planejamento adequado é de extrema importância. Fiquem por dentro do que existe de melhor em consultoria do tempo para sua fazenda e acesse o Agroclima Pro

  Agroclima/Climatempo  



Nenhum comentário

Os comentários publicados não representam o pensamento ou ideologia do Portal Lapa Oeste, sendo de inteira responsabilidade dos seus autores.