Breaking News

Correntina: milhares de pessoas ocupam as ruas de forma pacífica em defesa do Cerrado



Foto: Whatsapp

Reportagem e fotos: Laura Rejanne Barros
Edição: Portal Lapa Oeste

Milhares de pessoas ocuparam as ruas de Correntina durante a manhã deste sábado (11), de forma pacífica e determinada, em protesto contra o uso predatório dos recursos naturais do Oeste da Bahia. A concentração começou a partir das 6h30 com a chegada dos primeiros participantes, que trouxeram cartazes, cantaram e gritaram palavras de ordem durante todo o percurso.

A multidão foi formada por pessoas da sede e zona rural, juntamente com centenas de participantes oriundos de vários municípios do Oeste da Bahia, que caminharam pelas principais ruas da cidade, com encontro final marcado para o Ranchão. O Deputado Federal José Rocha (PR) teve que abandonar a manifestação ao ouvir protestos da multidão, que exigia a sua retirada.




Além da presença maciça da juventude organizada e comunidades religiosas, autoridades públicas também participaram do percurso. O Juiz Federal Leonardo Hernandez Santos e do Bispo da Igreja Católica caminharam lado a lado com a multidão.

Populares conversaram com a reportagem, reforçando a decisão de permanecer em luta contra o uso destrutivo da natureza pelo agronegócio, além de reclamarem contra a presença ostensiva da polícia em uma manifestação pacífica. Testemunhas disseram que o helicóptero utilizado pelas forças policiais executou vôos rasantes sobre a multidão, considerando que se tratou de estratégia para intimidar a população.

"Não somos terroristas nem criminosos, apenas estamos lutando pela sobrevivência do nosso bem maior: nossos rios. Pois água é vida", registrou uma manifestante no seu cartaz.



Representantes da Igreja Católica e Justiça Federal

Nenhum incidente foi registrado durante a manifestação e a multidão ainda se encontra no local. A participação da Polícia Militar não trouxe embaraços à caminhada da população, segundo os próprios manifestantes.

Para entender o início das tensões no campo, no oeste baiano, acesse nossas matérias anteriores (aqui, aqui, aqui e aqui)



Repórter no meio da multidão




































Nenhum comentário

Os comentários publicados não representam o pensamento ou ideologia do Portal Lapa Oeste, sendo de inteira responsabilidade dos seus autores.