Breaking News

Dependência digital: saiba se você tem.




A coluna Estilo do Portal UOL abordou o vício em aparelhos digitais, como o telefone celular, tratado com preocupação por especialistas em saúde humana, devido ao crescimento do número de pessoas que buscam ajuda para superar a dependência por tecnologia.


De acordo com a reportagem, o Brasil ainda não possui um estudo que dimensione quantitativamente o índice de pessoas com dependência tecnológica, no entanto, os especialistas já identificam fortes complicações pessoais e sociais devido ao uso abusivo da internet e dos jogos, através de telefones celulares ou computadores.

A matéria relata casos de pessoas que enfrentaram graves problemas de saúde e de comportamento, resultando na perda de empregos, separações ou dificuldades de convívio entre membros da mesma família.

Pesquisadores se debruçam sobre o problema em diversos centros acadêmicos do Brasil. Um levantamento realizado pela consultoria Deloitte constatou que dois em cada três pais consideram que seus filhos utilizam celulares em excesso.

Segundo o relatório divulgado pela Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD), no ano passado, o Brasil já contava com 120 milhões de usuários da internet. Além de ser um número em expansão, o país é o quarto em número de usuários no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos, China e Índia.


Algumas universidades criaram grupos de estudos e atendimento a portadores da dependência digital. De forma geral, os especialistas consideram que a tecnologia se torna problema quando ocupa o centro da vida, ocasionando crises e dificuldades de convivência.

Os dependentes relatam aos terapeutas sintomas presentes em outras formas de vício: tremuras, fobias, depressões, irritabilidade, inadequação a ambientes sociais e até sensações físicas de dor.

As terapias envolvem técnicas utilizadas no tratamento de outras dependências, como a "desintoxicação digital" e conversas entre dependentes. A medicação também é utilizada conforme os sintomas existentes. A matéria apresenta cinco critérios básicos que a medicina utiliza para definir a presença da dependência digital (veja aqui).

De acordo com informações não confirmadas, algumas operadoras de celular enviaram questionamentos a especialistas sobre a dependência digital, demonstrando atenção especial sobre o tema. Por outro lado, o Ministério da Saúde, informou ao UOL que o SUS oferece tratamento integral e gratuito para todos os tipos de transtorno mental, incluindo depressão e as várias formas de vícios. No entanto, o setor público alegou não possui dados estatísticos sobre a dependência digital no Brasil.




Nenhum comentário

Os comentários publicados não representam o pensamento ou ideologia do Portal Lapa Oeste, sendo de inteira responsabilidade dos seus autores.