Breaking News

Com câncer de próstata, Maluf tem condições de permanecer preso, segundo laudo pericial


Foto: Agência Brasil
O Deputado Federal Paulo Maluf (PP-SP) pode permanecer na prisão, segundo laudo do Instituto Médico Legal (IML) do Distrito Federal. O Instituto realizou uma perícia médica a pedido da defesa do Deputado, que alegou os problemas físicos e a idade avançada, para que fosse concedido o benefício da prisão domiciliar.


Segundo o IML, Maluf sofre com câncer de próstata e hérnia de disco, mas, poderá permanecer detido no presídio do DF, se dispor de um acompanhado ambulatorial especializado.

De acordo com o laudo, Maluf está “lúcido, orientado no tempo e espaço, tem discurso coerente, memória preservada e boa cognição”. Além disso, encontra-se em bom estado geral, com respiração normal, “corado, hidratado, afebril ao tato”.

Maluf se apresentou à Polícia Federal, em São Paulo, na quarta-feira (20), após o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin expedir mandado de prisão contra ele. No dia seguinte ele foi transferido para Brasília, onde cumpre pena de sete anos e nove meses em regime fechado pela condenação definitiva por lavagem de dinheiro. Informações da Agência Brasil