Breaking News

Mãe conseguiu localizar o assassino do filho após investigar, por conta própria, através das redes sociais

Foto: BBB Brasil


A estudante de Direito, Patrícia Gusmão, de 40 anos, conseguiu localizar e auxiliar a polícia a prender o jovem que matou o seu filho, após um longo trabalho de investigação particular que utilizou um perfil no Facebook e o monitoramento dos familiares e amigos do assassino.



O filho de Patrícia, Maik Joilson Gusmão, foi assassinado covardemente durante uma festa que organizou para os amigos, no dia 1º de maio de 2016. O assassino, Elton Victor Silvestre da Silva, de 20 anos, conhecido como Vitinho, saltou o muro do local da festa e iniciou uma briga com os participantes. Maik interveio para evitar agressões, quando Vitinho sacou uma pistola 380 e efetuou três disparos contra a vítima, fugindo em seguida. O jovem morreu no local.

Apesar do luto, Patrícia acompanhou cada passo das investigações e percebeu que a polícia não conseguiria localizar o assassino do seu filho. Decidiu ingressar na Faculdade de Direito, para melhor entender os termos jurídicos do processo e cumprir uma antiga promessa feita ao filho morto, e passou a utilizar o Facebook como ferramenta para localizar Vitinho, através do monitoramento das postagens dos seus familiares.



O esforço da mãe obteve êxito, quando ela conseguiu identificar o esconderijo do assassino, numa residência localizada na cidade de Araputanga, interior do Estado de Mato Grosso, onde o jovem permaneceu escondido desde o assassinato.

Após comunicar à Polícia Civil, a residência passou a ser monitorada, até que o criminoso foi localizado e preso. Levado a julgamento no último dia 25 de setembro, foi condenado 16 anos e cinco meses, em regime inicialmente fechado.

Após a prisão e condenação do assassino do filho, Patrícia mudou de casa com o marido e dois filhos, para melhor conviver com a saudade de Maik. Com informações do Portal UOL



Nenhum comentário

Os comentários publicados não representam o pensamento ou ideologia do Portal Lapa Oeste, sendo de inteira responsabilidade dos seus autores.