Breaking News

Temer exclui não aliados para o envio de verbas no final de ano



Para honrar compromisso com “parceiros” do governo de Michel Temer, o ministro da Saúde, Ricardo Barros, junto com sua equipe, fez serão no dia 30 de dezembro, liberando cerca de meio bilhão de reais aos aliados.

De acordo com informações do jornal O Globo, o registro das benfeitorias foi publicado em 74 páginas do Diário Oficial da União, do sábado (30). Houve até uma edição extra para incluir três municípios do Paraná, estado do ministro, que usou as redes sociais para anunciar os esforços empreendidos pelo governo como contrapartida aos aliados.
“Hoje é dia 30 de dezembro. São mais de 17 horas. Acabou de rodar o Diário Oficial extra. Temos mais um diário oficial extra para empenhar e pagar todos os compromissos que assumimos aqui com nossos parceiros parlamentares, com nossos prefeitos, secretários de estado, que colaboraram com suas propostas para que as decisões do presidente Temer possam ser efetivadas”, disse Barros.

Segundo cálculos do jornal, levando em consideração as portarias publicadas, foram liberados R$ 436 milhões em recursos, a maioria para emendas parlamentares. Dentre os municípios beneficiados está o Rio de Janeiro, que levou R$ 50 milhões.
Para o Paraná, que ganhou edição extra no Diário Oficial, também houve generosidade do ministro: a cidade de Campo Largo recebeu R$ 1 milhão, enquanto Cianorte e Campo Mourão tiveram R$ 500 mil, cada. Ricardo Barros é deputado federal licenciado pelo estado e sua mulher, Cida Borghetti (PP), é vice-governadora, com pretensão de buscar um mandato de governadora. O pacote do Ministério da Saúde incluiu ainda o Rio Grande do Norte, com R$ 13,4 milhões e Santa Catarina, com R$ 10,3 milhões.

  Bahia Notícias