Breaking News

Caixa inicia programa de demissão voluntária




A Caixa Econômica Federal anunciou, nesta quinta-feira, um Programa de Demissão Voluntária (PDV). O limite máximo de desligamentos é de 2.964 empregados, o que geraria uma economia de R$ 500 milhões. O período de adesão começa nesta quinta-feira e vai até o dia 5 de março. O objetivo do banco é “ajustar a estrutura ao cenário competitivo e econômico atual”.


Podem aderir ao programa os empregados que se encaixarem em ao menos uma de quatro categorias: aposentados pelo INSS até a data de desligamento; aptos a se aposentarem pelo INSS até 31 de dezembro de 2018; tempo mínimo de 15 anos de trabalho na Caixa, no contrato de trabalho vigente; ou quem tiver adicional de incorporação de função de confiança/cargo em comissão/função gratificada até a data de desligamento.

Quem aderir ao PDV receberá um incentivo equivalente a 9,8 remunerações base, pago em parcela única e sem incidência de Imposto de Renda ou de encargos sociais.

A Caixa também pretende implementar um programa para reduzir despesas administrativas, com fechamento de agências e postos de atendimentos, além da unificação de aéreas administrativas.

Hoje, o banco conta com 3.400 agências bancárias. Fechou cem no ano passado. A instituição acredita que pode encerrar outras unidades porque conta com uma rede de apoio robusta, formada por 13 mil lotéricas e 11 mil correspondentes bancários, como supermercados e padarias, que realizam serviços básicos.