loading...

Breaking News

Eleições 2018: PGR quer impedir o voto impresso nas eleições deste ano




A Procuradoria Geral da República (PGR) pretende impedir a impressão de votos em parte das urnas eletrônicas utilizadas nas eleições deste ano. Segundo a Procuradora Raquel Dodge, o voto impresso causará constrangimentos aos eleitores infringindo o princípio constitucional do sigilo do voto.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) utilizaria o voto impresso em cerca de 30 mil urnas espalhadas pelo país, conforme reforma aprovada no Congresso Nacional. A mudança causará gastos de R$ 1,8 bilhão.

A ação proposta pela PGR será analisada pelo Ministro do TSE, Luis Fux, novo presidente do Tribunal a ser empossado hoje.