Breaking News

Morte de suíço em Trancoso é investigada como disputa por tráfico de drogas



Foto: reprodução
O assassinato do suíço Luca Bruno Di Giorgi, de 54 anos, ocorrida na última sexta-feira (23), em Trancoso, que pertence à cidade de Porto Seguro, no sul da Bahia, está sendo investigada como briga por disputa do tráfico de drogas local. A informações foi divulgada neste domingo (25), pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA). 



Em nota, a SSP-BA informou que, segundo depoimentos de testemunhas, o estrangeiro comercializava entorpecentes em uma boate que funcionava no imóvel onde ele morava. O suíço residia no local há 20 anos. 

"O envolvimento com o comércio de drogas ficou muito evidente nos depoimentos", contou o diretor do Departamento de Polícia do Interior (Depin), delegado Flávio Góis. Ninguém ainda foi preso. 

Caso

A Polícia Militar informou que PMs estiveram no imóvel da vítima, após denúncias de disparo de arma de fogo. Quando os agentes chegaram ao local, Luca já estava morto. Os policiais fizeram o isolamento da área e acionaram a Polícia Civil. 



Segundo o delegado Moisés Damasceno, Luca foi achado no imóvel localizado na Rua São Bernardo, que fica perto da vila do distrito, que é uma das principais atrações turísticas da região. 

Ainda conforme a polícia, o suíço tinha uma espécie de boate no imóvel, com o nome de "Caverna Mágica". 

O corpo da vítima foi removido para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Porto Seguro. Não há informações se ele tinha familiares na região.

  G1 Bahia