loading...

Breaking News

Correntina: servidores ocupam prefeitura, conseguem audiência com o prefeito e compromisso de reajuste salarial




Servidores municipais de Correntina ocuparam a Prefeitura nesta sexta-feira (2), com o objetivo de conseguirem uma audiência com o Prefeito Nilson José Rodrigues (PCdoB), o Maguila.

O movimento foi organizado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Correntina (Sindtec), que pretendia discutir a pauta de reivindicações trabalhistas com o gestor municipal e encontrar solução para a greve iniciada no último dia 5 de fevereiro.

A categoria reivindica pagamento do salário de dezembro de 2016 e o reajuste no salário do pessoal de apoio à educação.





A greve recebeu adesão dos trabalhadores de apoio - como zeladores e porteiros -, posteriormente, foi a vez dos professores suspenderem suas atividades e impedir o início do ano letivo.

Em comunicado recebido por nossa redação, o Sindicato ressalta que a administração municipal decretou aumento salarial aos servidores no dia 26 de fevereiro. No entanto, a entidade reclama que o decreto não indica o pagamento do reajuste retroativo aos meses de janeiro e fevereiro de 2018, diante a ausência de reajustes no ano de 2016.



Os servidores municipais foram recebidos pela Secretaria Municipal de Educação, Joselita Neves de Moura, e aguardaram a chegada do prefeito para discussão sobre as reivindicações. Os professores somente saíram do prédio no início desta noite, quando foram informados que o prefeito receberia a comissão de trabalhadores em sua residência.

Segundo informações obtidas por nossa redação, a reunião com o Prefeito Maguila produziu um acordo e os profissionais deverão anunciar o retorno aos trabalhos após nova assembleia geral que pode ser marcada a qualquer momento. De acordo com nossos colabores, o Executivo assegurou a concessão do reajuste de 6,20% no mês de março, contemplado no Decreto 292/2018, publicado no final de fevereiro e que tem por base a Lei 033/2016.