Breaking News

Ex-prefeito de Jaguarari, na Bahia, é condenado a 4 anos e 2 meses de prisão por desvio de R$ 100 mil


Foto: reprodução
O ex-prefeito do municipío de Jaguarari, localizado na região norte da Bahia, Edilberto Nunes de Sá, de 71 anos, foi condenado a quatro anos e dois meses de prisão por desvio de dinheiro público. A sentença foi proferida pelo Supremo Tribunal Federal (STF), no início do mês. 


Em instâncias inferiores, Edilberto também havia sido condenado pelo crime, a pedido do Ministério Público da Bahia (MP-BA), mas recorreu de todas as decisões. Dessa vez, no entanto, a decisão foi definitiva e, conforme o STF, não cabe mais recurso. 

O MP aponta que o ex-prefeito desviou R$ 100 mil do município quando era prefeito, em 1996, e a denúncia foi acatada pelo Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA). 

O MP denunciou o ex-prefeito pela primeira vez em 2000. Condenado, o ex-prefeito recorreu na primeira instância e perdeu. Interpôs recurso especial juto ao Superior Tribunal de Justiça e recurso extraordinário perante o Supremo Tribunal Federal, sofrendo novas derrotas. 

Além da prisão dele, o STJ ainda determinou que ele tenha os direitos políticos suspensos por cinco anos e devolva a quantia desviada aos cofres públicos. A reportagem tentou contato com Edilberto, mas não conseguiu. 

Um sobinho do ex-prefeito disse que ele considera a sentença ilegal e que entrou com pedido de reconsideração da decisão no TJ-BA.

  G1 Bahia