Breaking News

Garota de 14 anos é sequestrada, passa 5h em matagal e é obrigada a dividir quarto de motel com bandidos na Bahia


Foto: G1 Bahia

Uma adolescente de 14 anos foi sequestrada a caminho da escola, no município de Olindina, a cerca de 200 quilômetros de Salvador, e passou mais de 48 horas sob o poder dos criminosos.

Na ação, a vítima foi obrigada a passar mais de cinco horas dentro de um matagal e de dividir quarto em um motel com dois bandidos. A jovem não foi violentada.

O caso foi divulgado pela Polícia Civil, nesta quarta-feira (28), horas após a libertação da vítima e a prisão de dois dos suspeitos no município de Antônio Cardoso, onde a adolescente foi mantida refém em um cativeiro.


O delegado Cleandro Pimenta, coordenador de Sequestro e Extorsão do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), contou que o sequestro ocorreu na segunda-feira (26), quando a vítima saiu de casa e seguia a caminho da escola, por volta das 12h30.

Investigações apontam que cinco criminosos fizeram a abordagem e colocaram a vítima dentro do carro. Uma testemunha conseguiu ver o momento do sequestro, passou as informações para a 6ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Rio Real), que iniciou as buscas.

Segundo Cleandro Pimenta, os bandidos foram perseguidos, mas conseguiram escapar do olhar da polícia no município de Inhambupe. Lá eles seguiram para a zona rural e acabaram atolando o carro, o que provocou a dispersão do grupo.


Dois dos suspeitos se mantiveram com a vítima e os demais seguiram em outra direção. A adolescente contou à polícia que aguardou cinco horas dentro de um matagal, até que um outro carro com um suspeito chegou para fazer o resgate.

A vítima e os dois suspeitos seguiram em direção ao município de Feira de Santana, onde acabaram dormindo em um motel. A vítima atestou à polícia que não houve abuso.

Ao amanhecer, na terça-feira (27), a adolescente foi levada pelos criminosos para a cidade de Antônio Cardoso, onde foi mantida em um cativeiro na zona rural. A polícia chegou ao local, na manhã desta quarta-feira (28), após uma denúncia anônima que apontou que um dos suspeitos era da cidade: Adenilson Sena de Carvalho, de 43 anos.


O suspeito, que faz transporte escolar, foi localizado na cidade no horário do trabalho, por volta das 7h, e acabou confessando o sequestro e indicando o local do cativeiro.

No cativeiro, a polícia encontrou o comparsa dele, Rodrigo Dantas Rodrigues, de 20 anos, que estava com a vítima. Com a chegada das equipes, ele manteve a adolescente sob a mira de um revólver por cerca de 40 minutos e exigiu a presença de um advogado para libertar a vítima. O profissional foi acionado e a liberação foi feita por volta das 9h30.

"Ela é uma guerreira. Passar por tudo isso aos 14 anos e com essa serenidade", disse o delegado sobre a situação da vítima após a libertação. Antes de serem localizados, os criminosos tentaram contato com familiares por três vezes para negociar resgaste. Não houve pagamentos.

Presos, os suspeitos foram encaminhados para Salvador e apresentados à imprensa na noite desta quarta-feira. Eles confessam crime e a polícia agora investiga a participação de, ao menos, mais três integrantes da quadrilha, que estão foragidos.
 
  G1 Bahia