loading...

Breaking News

Tarifa de energia sobe 17,22% na Bahia a partir de domingo (22)




A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou, nesta terça-feira (17), um reajuste de 17,22% nas tarifas da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba). Para consumidores conectados à alta tensão, o aumento será de 16,17%, e para a baixa tensão, a alta será de 17,27%. As novas tarifas já vigoram a partir do próximo domingo (22).

A Coelba pertence ao grupo Neoenergia e atende a 5,9 milhões de unidades consumidoras em 415 dos 417 municípios da Bahia.

Segundo a diretoria da Aneel, a aprovação ocorreu em reunião pública e diz respeito à Revisão Tarifária Periódica da Coelba. 


Confira os percentuais definidos para cada grupo de consumo:

Empresa
Consumidores residenciais - B1
COELBA
17,22%
Empresa
Classe de Consumo – Consumidores cativos
Baixa tensão
em média
Alta tensão
em média (indústrias)
Efeito Médio para o consumidor

COELBA
17,27%
16,17%
16,95%



De acordo com a Coelba, este ano a empresa passou pela quarta Revisão Tarifária, processo realizado periodicamente pela Aneel em todas as distribuidoras de energia elétrica do país. No caso da Bahia, a Revisão Tarifária ocorre a cada cinco anos, conforme contrato de concessão, estabelecido entre a Coelba e a União.

No processo, o valor da tarifa pode ser alterado para mais ou para menos, dependendo das mudanças ocorridas nos custos e no mercado das empresas, e do estímulo à eficiência e ao equilíbrio tarifário, entre outros aspectos, como, por exemplo, o volume de investimentos realizados pela concessionária.

Investimentos

Nos últimos cinco anos (20013/2017), a Coelba investiu R$ 5,1 bilhões na aplicação de novas tecnologias, construção de subestações e redes, renovação de redes e equipamentos, ligação de novos consumidores. Somente em 2017, o investimento foi de R$ 1,5 bilhão, para atender com mais qualidade e aumentar a oferta de energia para os quase seis milhões de clientes. Além de reforçar e modernizar o sistema elétrico do Estado, o investimento da Coelba assegura a manutenção de mais de 16.000 empregos diretos em todo o Estado, entre profissionais próprios e prestadores de serviço.


Os recursos foram destinados para todas as regiões do estado, com a construção de 31 novas subestações e a ampliação de outras 76. Nos últimos cinco anos foram construídos 223 quilômetros de novas Linhas de Transmissão e mais de 33 mil quilômetros de novas Linhas de Distribuição, além da instalação de 700 mil novos postes.

Como resultado dos investimentos, os indicadores da empresa revelam a redução da duração das interrupções de energia (DEC) e da frequência das interrupções (FEC). Nos últimos dois anos, o tempo de atendimento das ocorrências de falta de energia foi reduzido em cerca cinco horas. Somente de 2016 para 2017, a diminuição foi de três horas. Reflexo dos investimentos em tecnologia como os sensores inteligentes, ligados nas redes elétricas e conectados aos sistemas de controle instalados nos Centros de Operação. Com comunicação via satélite, o sensor ajuda a diminuir a área que os técnicos da Coelba devem percorrer para localizar uma eventual ocorrência na rede elétrica.

  Ibahia