Breaking News

Violência e corrupção são associados aos problemas da educação no país


Foto: reprodução

Você já se perguntou o porquê da baixa qualidade da educação no país? Segundo uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional da Indústrias (CNI) em parceria com o movimento todos pela Educação, em 2017, para a população brasileira, esse problema é um reflexo da violência e da corrupção no país.

Dados da pesquisa intitulada Retratos da Sociedade Brasileira – Educação Básica mostram que 77% da população acreditam que o maior problema é a violência. Já seis em cada dez brasileiros, ou seja, 60% dizem o mesmo com relação a corrupção.

A coordenadora pedagógica do Colégio Augusto Comte, Luciana Monteiro concorda que a violência e a corrupção têm uma influência negativa na educação. Ela também faz parte dos 77% da população que acredita que o maior problema é a violência.


“O incentivo em relação a educação deveria ser bem maior. O governo poderia também investir em alguma ocupação para os jovens que se encontram fora das escolas. Muitas pessoas se encontram sem rumo e não tiram da cabeça a ideia de que sua realidade nunca vai mudar. A partir disso, entram em um caminho que não deveriam e nunca retornam para a escola”.

Na avaliação da educadora, a falta de informação é outro grande problema. “Tem muita gente que nem sabe quais são os seus direitos. Além disso, tem famílias que acredita que a escola tem que fazer o seu papel sozinha. Não pode ser assim, escola, aluno e família precisam atuar juntos. Mas existem muitas famílias que são presentes e acreditam muito que a educação é o caminho e isso é importante”, destaca a coordenadora do Colégio Augusto Comte, parceira do Educa Mais Brasil.

Essa percepção é diferente de acordo com o grau de escolaridade das pessoas que foram entrevistadas na pesquisa. Quanto maior é a instrução, mais se acredita na influência entre esses dois problemas. Para aqueles que cursaram até a quarta série do Ensino Fundamental o índice de concordância é de 71% para essa relação entre educação e violência. Já para os entrevistados de nível superior esse número cresce para 82%.


Insatisfação com a educação

O percentual de brasileiros que avaliam a qualidade do ensino no país como ruim ou péssima cresceu nos últimos quatro anos. Tratando-se das escolas particulares, os entrevistados que consideram o ensino ótimo ou bom diminuiu. Em relação ao Ensino Fundamental foi de 77% para 65% e, ao Ensino Médio, caiu de 76% para 64%.

Apesar dos números terem caído, a população continua vendo a educação particular como de melhor qualidade em relação à educação que o estado oferece. Mas quando se compara as escolas particulares brasileiras com outras no mundo, a qualidade ainda é mais baixa.


Investir é preciso

Investir na educação dos seus filhos é o caminho para diminuir um série de problemas que envolvem o presente e futuro do país. Principalmente os problemas que relacionados à violência e corrupção. O Educa Mais Brasil, maior programa de inclusão educacional do país, pode ajudar a você nesse investimento. Ele oferta bolsa de 50% para o Ensino Fundamental, Ensino Médio e para Educação Infantil. Para mais informações é só acessar o site e saber quais são instituições de ensino parceiras estão mais próximas de você. São mais de 18 mil parceiras. Faça sua inscrição, é gratuita.

  A Tarde