Breaking News

Violência! Menor se finge de morto e sobrevive a tortura com pauladas e golpes de martelo na cabeça.



Foto: Polícia Civil


Um adolescente de 17 anos sobreviveu ao fingir-se de morto enquanto era torturado por três jovens, que utilizaram pedaços de pau e um martelo, na cidade de Nova Viçosa, no sul da Bahia. 

Segundo a polícia, o crime ocorreu no dia 8 de março, mas somente agora foi divulgado. Os dois maiores que participaram da tentativa de homicídio foram presos nesta quinta-feira (26), e identificados como Clériston Melo Gomes, de 29 anos, e Fábio Ferreira de Souza, de 19 anos. Um menor, também de 17 anos, irmão de Clériston, participou do crime e continua solto após ser ouvido pela polícia.

A polícia informou que a vítima combinou com Clériston a compra de um revólver por 700 reais, por ter sido ameaçado de morte. O agressor chamou o irmão e o outro comparsa para tomarem o dinheiro e assassinarem o menor, durante a suposta venda da arma.



Os quatro se encontraram e a dupla de maiores iniciou as agressões com pedaços de pau e um martelo, golpeando a vítima na cabeça e no pescoço. Ao imaginarem que já estava morto, amarraram a uma árvore, conferiram se estava respirando e saíram para buscar gasolina e queimar o corpo.

Nesse momento, o adolescente com graves ferimentos no corpo, conseguiu se desamarrar, fugiu do local e buscou ajuda em uma casa próxima. O morador o levou ao Hospital Municipal de Teixeira de Freitas, onde foi internado e diagnosticado em estado grave, com risco de morte, devido aos ferimentos na cabeça e na garganta.

A Polícia Civil diz que os dois maiores confessaram o crime e o menor tentou negar a participação, mas foi desmentido pelos comparsas. 

Clériston e Fábio estão no presídio de Teixeira de Freitas, onde aguardam julgamento. O menor agredido foi levado para o estado do Espírito Santo para continuar o tratamento dos traumas ocasionados pela lesão na garganta por causa da possibilidade de sequelas. Informações do G1 Bahia