Breaking News

Hoje é o último dia para estudantes renovarem contratos do FIES




Estudantes que contrataram o Fundo de Financiamento Estudantil para cursar a graduação têm até esta quinta-feira (10) para fazer a renovação do contrato. O início do processo é feito pela própria instituição de ensino, por meio da Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA), que solicita o aditamento do FIES, nome dado ao processo. Em seguida, o estudante deve acessar o Sistema Informatizado do FIES (SisFIES) para fazer a verificação dos dados.

Segundo o MEC, a renovação do FIES deve ser feita por mais de 1,1 milhão de estudantes. Nesta etapa, são dadas duas orientações: a primeira é a confirmação dos dados no SisFIES, caso estejam todos corretos. A etapa seguinte será ir à CSPA em até 20 dias retirar a via do Documento de Regularidade de Matrícula (DRM) devidamente assinada por representantes da Comissão. E, caso haja algum dado errado, o estudante deve recorrer à segunda orientação: não fazer a confirmação, retificar os dados junto à CSPA e fazer o processo novamente.


Existem duas modalidades de aditamento: quando as cláusulas contratuais não sofrem alterações, significa que houve o aditamento simplificado do FIES. No entanto, quando as condições são modificadas, é feito o aditamento simplificado.

Os estudantes que perderem o prazo de renovação do FIES, ou que buscarem alternativas mais viáveis financeiramente, podem recorrer a uma das mais de 240 mil bolsas de estudo, com até 70% de desconto, ofertadas para graduação por meio do Educa Mais Brasil. Estudar com bolsa de estudo não requer comprovação de renda ou fornecimento de garantias ao programa, pode ser usada desde a educação básica à pós-graduação, passando por cursos técnicos e graduação.

Também são ofertadas graduações EAD que proporcionam flexibilidade para o estudante. Dados divulgados em 2017 pelo Ministério da Educação apontam que os cursos EAD cresceram de 2,2% em quantidade de ingressantes na graduação, quando comparado ao ano de 2015. No mesmo período, houve redução de 3,7% no número de ingressantes em curso presenciais.

  A Tarde