loading...

Breaking News

Polícia Civil desarticula quadrilha que trazia droga de Goiás para o Oeste da Bahia




Foto: Polícia Civil
Polícia Civil de Barreiras deflagrou no início da manhã desta quinta-feira (24), a Operação Bagagem, com o objetivo de combater o tráfico interestadual de drogas, envolvendo os estados da Bahia e Goiás.

Em dezembro de 2017, a polícia apreendeu sete tabletes de maconha em uma bagagem que foi embarcada na cidade de Anápolis (GO) para a cidade de Barreiras (BA). Após cinco meses de investigações, a Polícia Civil reuniu indícios de que Carla Cristina, ex-esposa do líder do tráfico Nego Jó (morto em confronto com a polícia na cidade de Anápolis em 2017) foi quem enviou a droga via ônibus interestadual.



De acordo com as investigações, ela agia a mando do seu irmão Reginaldo Osano, este custodiado no presídio de Anápolis – GO, que liderava o comércio de entorpecentes e a remessa de drogas para a Bahia usando aparelhos celulares.

Ainda de acordo coma polícia, Itamário Lucas receberia a droga, sendo que o mesmo residia com a sua esposa Josiene em uma pousada na cidade de Barreiras, local no qual ele utiliza como fachada para refino e mistura de cocaína, além da distribuição de entorpecentes para traficantes menores, a exemplo da presa Erica de Souza Porto. Diante dos fatos, foi decretado a prisão preventiva contra Itamario, Josy e Erica, resultando na apreensão de dois quilos de cocaína, liquidificadores industriais, produtos químicos para refino de cocaína, 160g de crack, além da quantia de R$ 4.800,00. Na cidade de Anápolis (GO), a Policia Civil de Barreiras, com apoio do Genarc – PCGO, efetuou a prisão de Carla Cristina, bem como deslocaram-se para o presídio para efetuar o cumprimento do mandado de Reginaldo Osano.

11ª COORPIN/Barreiras via Blog Sigi Vilares