Breaking News

Grávidas de hoje cam mais deprimidas que gestantes do começo dos anos 90


iStock



Ser mãe hoje é fator de estresse maior que há alguns anos. Segundo pesquisa da Universidade de Bristol, na Inglaterra, a depressão pré-natal é mais comum entre as gestantes jovens que era entre as que foram mães entre 1991 e 1992. O estudo, publicado nesta sexta (13), analisou 2390 mães da geração anterior e 180 mulheres que ficaram grávidas entre 2012 e 2016 no Sudoeste da Inglaterra. Entre as mais velhas, a prevalência de depressão durante a gestação é de 17%, já nas mais jovens esse número chega a 45%. 

Outras conclusões do estudo mostram que as mães de hoje estão fumando menos durante a gestação, mas consomem mais antidepressivos. Já o consumo de álcool é semelhante nos dois grupos. Segundo o estudo, o aumento da depressão se deve ao estilo de vida: estresse crônico, problemas de sono, hábitos alimentares e vida sedentária.

  Universa /UOL