loading...

Breaking News

Lapa: movimento popular inicia ações contra corrupção no poder público







O Movimento de Iniciativa Popular de Bom Jesus da Lapa, realizou o primeiro evento público no último domingo (15), para divulgar suas propostas e atuação na cidade de Bom Jesus da Lapa. O lançamento ocorreu durante a palestra "Mecanismos eficazes no combate à corrupção", proferida pelo advogado Waldir Santos.

Os organizadores do Movimento iniciaram as articulações nas últimas semanas, atraindo pessoas de diversas origens na sociedade, com o objetivo de propor ações populares contra as muitas práticas de corrupção com recursos públicos.






Apesar da ampla divulgação, foi pequena a presença de público. Para Uilliam Nunes, o fato foi motivado pela "...descrença da população no sistema política". Para ele, o Movimento tem por objetivo "mostrar que não podemos esperar a ação de políticos salvadores da pátria. As ações populares provocarão as mudanças que queremos, pois não partirão do meio político. Não levantaremos bandeiras partidárias. Pretendemos mostrar às pessoas de Lapa que o cidadão pode participar da administração com a proposição de projetos de iniciativa popular, além da fiscalizar constantemente o uso dos recursos públicos. A partir do primeiro projeto de iniciativa popular temos certeza que a atitude da população mudará, aderindo à causa para a proposição de leis que atendam as suas reais demandas. O Movimento de Iniciativa Popular será formalizado como grupo de trabalho, no próximo dia 28 de julho, em uma reunião na sede da UNEB", complementa um dos organizadores.






O palestrante Waldir Santos conversou com a nossa reportagem.

"Propomos atitudes simples e medidas simples para impedir que a corrupção continue causando males ao pais. A população pode se integrar ao Conselho de Cidadãos, através do site www.conselhodecidadaos.com.br e contribuir para que a corrupção seja combatida. A forma de trabalhar que pregamos faz com o cidadão possa atuar em qualquer lugar do Brasil, inclusive em outros lugares que não sejam o que ele reside. Nós utilizamos esse critério que funciona muito bem, porque faz com que o cidadão apareça como um agente além do contexto político e partidário, protegendo-o de possíveis abordagens, chantagens ou intimidação. Além disso, lutamos pela renovação política apresentando o site www.votovalido.org, que orienta o eleitor a escolher e contribuir para a eleição dos candidatos comprometidos com as causas populares. Através do site Conselho de Cidadãos, qualquer pessoa pode ser cadastrar e formar o seu grupo de trabalho, que atua de diversas formas. São dezesseis frentes de trabalho atuando preventivamente contra a corrupção, pelo princípio da transparência. As informações públicas impedem a corrupção que, se concretizada, praticamente impede a retomada dos valores desviados. A quantidade mínima para formar o Conselho de Cidadãos é de onze pessoas em cada cidade", informou Waldir Santos.





Reportagem e fotos: Warley César