loading...

Breaking News

Pesquisa: maioria dos brasileiros é contra liberação de armas, aborto e privatizações


Foto: Folhapress

A pesquisa CNT/MDA divulgada nessa segunda-feira (20), além de medir as intenções de voto para os candidatos à Presidência da República, questionou o eleitorado sobre temas relevantes presentes nos programas de governo apresentados na propaganda eleitoral.

De acordo com a pesquisa, o número de eleitores que repudiam as propostas de privatizações é o dobro daqueles que aprovam a proposta. Os números comprovam levantamento feito pela Folha de S. Paulo, em dezembro de 2017, quando se constatou que sete em cada dez brasileiros são contrários à venda da Petrobrás.

A pesquisa apontou, também, que a maioria dos brasileiros tendem a votar em candidatos que apoiam a redução dos privilégios de políticos e servidores públicos. Esse dado demonstra que a população brasileira não aceita a situação de categorias que reivindicam reajustes salariais mesmo contando com altos vencimentos.


Em outro questionamento, oito em cada dez pessoas demonstraram simpatia por candidatos que defendem a redução dos impostos.

Mais de 50% dos entrevistados se posicionaram de forma contrária aos candidatos que defendem a liberação do porte de armas. Esses números são importantes para a situação atual do país. De acordo com levantamento divulgado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, quase 64 mil brasileiros foram mortos intencionalmente em 2017.

A pesquisa CNT/MDA constatou, ainda, que mais de 60% dos brasileiros são contrários a candidatos que defendem a descriminalização do aborto. O Supremo Tribunal Federal (STF) analisa a questão e pode liberar a prática em qualquer época da gravidez. Informações do Blog do Sakamato/UOL