Breaking News

Polícia investiga empresa suspeita de vender oxigênio industrial como se fosse hospitalar na BA; filho do dono é preso


  Portal G1  
novo evento
Resultado de imagem para teixeira de freitas bahia
Foto: reprodução

  Portal G1  
novo evento
A Polícia Civil da Bahia investiga uma empresa suspeita de adulterar e vender cilindros de oxigênio industrial como se fosse hospitalar, na região sul do estado.

Conforme a polícia, registros apontam que o material foi repassado para mais de dois hospitais na região. Entre eles, estão o Hospital Municipal de Teixeira de Freitas e a Unidade Municipal Materno Infantil.

A empresa investigada é a Assis & Rodrigues. Nesta terça-feira (28), segundo a polícia, o filho do dono, identificado como Diogo Lemos Dias dos Santos, foi preso em flagrante, durante uma operação policial, em Teixeira de Freitas.

  Portal G1  
novo evento

Em depoimento, de acordo com a polícia, o homem se identificou como contador da empresa e informou que o pai, Izaias da Silva, está em viagem fora do Brasil. O país onde o empresário está não foi divulgado.

Na ação, foram apreendidos cilindros adulterados e colhidos mais detalhes para as investigações. Conforme a polícia, além de Teixeira de Freitas, o grupo também pode ter repassado o oxigênio para Alcobaça, Caravelas, Ibirapuã e Vereda.

Segundo a polícia, no esquema, os cilindros de oxigênio industrial, que são pretos, eram pintados de verde, cor do material hospitalar, para enganar os clientes. Além disso, os lacres dos recipientes também eram trocados.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde de Teixeira de Freitas informou que ainda não foi comunicada oficialmente sobre o problema, mas que já programou uma reunião com os diretores das duas unidades de saúde do município que foram apontadas pelas investigações.

  G1 Bahia  

  Portal G1  
novo evento