Breaking News

Elas morreram no lugar mais perigoso para mulheres: a própria casa



BBC
Fotos: arquivos pessoais


Um estudo científico divulgado pela BBC News Brasil confirmou que a maioria dos assassinatos de mulheres ocorre dentro do próprio lar, no Brasil ou no mundo.

De acordo com o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (UNODC), 137 mulheres são assassinadas todos os dias no mundo por parceiros ou membros da família.

No Brasil, foram registradas 4.606 mortes violentas de mulheres em 2016, ou seja, uma morte a cada duas horas.

De acordo com o estudo, 54% dos brasileiros afirmaram que conhecem uma mulher já agredida pelo parceiro, enquanto 56% declaram conhecer pelos menos um homem que já agrediu uma companheira.