Breaking News

Malhada: saída de cubanos deixa mais de 50% da população sem médicos



Resultado de imagem para médicos cubanos.
Foto: Revista Veja


A saída dos médicos cubanos compromete seriamente o atendimento à população prestado pelo sistema público de saúde no município de Malhada.

O município conta contava com a atuação de sete médicos, sendo que três eram cubanos, que vieram através do convênio assinado pelos governos do Brasil e de Cuba.

De acordo com a Secretaria de Saúde, as comunidades rurais de Parateca, Canabrava e Julião ficarão sem médicos. O problema atingirá mais de 50% da população do município, interrompendo a assistência do serviço de atenção básica. Informações do Folha do Vale