Breaking News

Sindicato divulga manifesto com denúncias contra prefeito de Carinhanha



Foto: WhatsApp


MANIFESTO DE SERVIDORES PÚBLICOS DE CARINHANHA TERMINA EM CONFRONTO PELA TRUCULÊNCIA DOS SEGURANÇAS DO PREFEITO

O SINSPUC – Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Carinhanha, juntamente com os servidores públicos de todas as categorias, foram nesta sexta-feira dia 28 de dezembro de 2018, as ruas de Carinhanha, manifestar e pedir providências as autoridades competentes acerca dos seus direitos que estão sendo retirados pelo atual gestor Geraldo Pereira Costa (Piau). Dentre muitos direitos retirados citamos alguns como:


  • O incentivo para graduação do professor era de 8%, o gestor passou para 5%;
  • O décimo terceiro era com base nos vencimentos recebidos durante o ano, o gestor passou a pagar com base apenas no piso nacional;
  • O terço de férias era com base nos vencimentos recebidos durante o ano, é pago com base apenas no piso nacional;
  • Faltas sem justificativas na jornada pedagógica de 2018, ele descontou 5 dias, e nunca fomos ressarcidos;
  • Não pagamento dos servidores que estão a frente do sindicato- presidente e secretária, já há 6 (seis) meses;
  • Os proventos são pagos sem base legal os quais são depositados na conta dos servidores por lotes e sem datas previstas, da forma mais aleatória e descabidas que já vimos na história do município de Carinhanha. Paga- se dia 5, 10, 15, 20 do mês seguinte.


  • Falta de pagamento de Insalubridade;
  • Consignados descontos do servidor e não creditado aos bancos;
  • Desconto sindical dos servidores sem repasse para a instituição ( Sindicato);
  • Falta de pagamento do Adicional noturno dentre outros;
Ao final da nossa mobilização em frente à rádio, fomos insultados pelos seguranças do prefeito de forma truculenta, pois além de jogarem bombas contra os servidores, ouvimos xingamentos e até tentativa de agressão física. Estamos profundamente decepcionados com tamanha repressão, fato que vem acontecendo nos bastidores deste governo. Lembramos que no inicio do ano na época da jornada pedagógica, presenciamos esta mesma cena de abuso de poder e intimidação, as quais são de conhecimento do gestor.


NÃO podemos aceitar que em pleno século, o qual a liberdade de expressão, é um direito garantido, ainda somos sufragados pela perseguição, intimidação através da utilização de instrumentos e práticas coronelistas. As práticas materializadas demonstram que este gestor não aparenta qualquer constrangimento ao dizer tantas inverdades, pelo contrário, sente-se inatingível, por ter certeza da impunidade, fato que sempre ocorreu com os demais casos desta natureza. Como se não bastasse e querendo oprimir a qualquer custo a classe trabalhadora, e na tentativa de não termos forças legais para continuar a luta, utilizou do seu abuso de poder (coronelista) para expurgar o sindicato dos servidores públicos de Carinhanha, e assim o gestor de forma tacanha não vem pagando a seis meses os servidores representantes do sindicato – presidente e secretária.
O abandono que estacionou em nossa cidade é muito preocupante, embora, muitos de nós já tenhamos manifestado descontentamento, denunciando-o às instituições a quem cabe julgar pelos crimes praticados, infelizmente até o presente momento nada de concreto foi concluído. Entretanto, vale a pena ressaltar que por causa do silenciamento da justiça em relação o NÃO posicionamento, sobre todas as arbitrariedades produzidas pelo gestor, a população sente-se insegura, muitos nem o denuncia com medo das represálias e, sobretudo, por tudo isto acontecer e sobre ele nada pesar.
E neste sentido, o Sindicato não pode aceitar os prejuízos causados aos servidores públicos, desde o financeiro, moral, psicológico, entre outros que não podemos tratar de maneira tangencial.

“A luta é de todos, juntos somos mais forte”



Nenhum comentário

Os comentários publicados não representam o pensamento ou ideologia do Portal Lapa Oeste, sendo de inteira responsabilidade dos seus autores.