Breaking News

Marido escapa de tragédia por ter mau pressentimento; esposa morreu




Foto: arquivo pessoal/WhatsApp



“O que eu tenho para dizer é que as palavras são poucas, porque eu não aguento. São todos parentes, a gente está sofrendo muito”, a declaração é de Renaldo de Souza Lima, marido de uma das seis vítimas que morreu no acidente envolvendo uma carreta e um micro-ônibus, na BR-242, região da cidade de Seabra, na Chapada Diamantina. 

O grupo foi para a cidade de Pirenópolis, no estado de Goiás, onde encontraram parentes e amigos para passar a virada de ano. Momentos antes do acidente, os passageiros fizeram uma selfie. Renaldo disse ainda que não viajou com a família após ter mau pressentimento.

Outras 26 pessoas ficaram feridas na batida, que aconteceu na manhã de quinta-feira (3). Todos eram da mesma família. Além da esposa, Angeline da Silva Sosta, de 33 anos, Renaldo perdeu também o sogro, Rosalvo Ferreira da Costa, de 60. 



“Meu sogro faleceu. Faleceu várias pessoas aí da família dele, que são de Campo Formoso. É um momento que todos nós temos dificuldades em uma situação dessa", lamentou. 

O Hospital Regional da Chapada Diamantina, em Seabra, para onde 22 das vítimas feridas foram levadas, não quis dar informações sobre o estado de saúde dos pacientes nesta sexta-feira (4). 

O pai de uma das vítimas, que estava no local, informou que a jovem, de prenome Érica, será transferida para Salvador nesta sexta porque sente fortes dores no pescoço. Ele não soube informar para qual hospital ela deve ser levada. Érica é mãe do menino de 3 anos que está internado no Hospital do Subúrbio. 



Ainda no hospital da Chapada, familiares que também acompanhavam a situação e o estado de saúde das pessoas informaram que pelo menos cinco das vítimas passaram por cirurgia. 

Uma das pessoas que está internada no Hospital Geral do Estado (HGE) é uma jovem de 28 anos, que viajou com os dois filhos, de 11 e 5 anos. Ela sofreu traumatismo craniano e está em estado grave. 

O menino de 5 anos também está no HGE, mas o estado de saúde dele é normal e, conforme familiares, ele só teve arranhões. A menina de 11 anos sofreu uma pancada na cabeça e está com dores nos olhos. Ela está no hospital de Seabra. 



Pessoas que trabalham na região onde o acidente aconteceu contaram que o caminhão envolvido na tragédia buzinou há uma certa distância, na descida de uma ladeira. Os trabalhadores acreditam que foi para avisar que o veículo estava sem freio.

A polícia disse, no entanto, que as causas do acidente só poderão ser apontadas quando a perícia for concluída. Uma pessoa morreu na hora e outras cinco morreram no hospital, em Seabra. Entre os 26 feridos estão os motoristas da carreta e do micro-ônibus. 

Testemunhas contaram ainda que, após perder os freios, a carreta colidiu com o micro-ônibus onde as vítimas estavam, bateu em um veículo que estava estacionado, derrubou uma árvore e, de cabeça para baixo, seguiu se arrastando. O veículo tinha um carregamento de farelo de milho, que ficou espalhado pela pista.

  G1 Bahia  



Nenhum comentário

Os comentários publicados não representam o pensamento ou ideologia do Portal Lapa Oeste, sendo de inteira responsabilidade dos seus autores.