Breaking News

Médium acusado de mortes se apresenta à polícia, depõe e é liberado



Foto: arquivo pessoal


O médium Antônio Miguel Rodrigues, de 55 anos, suspeito da morte de duas pessoas em Barreiras, no Oeste da Bahia, e outra no estado de Goiás, se apresentou à Polícia Civil goiana nesta segunda-feira (7), acompanhado de um advogado, prestou depoimento e foi liberado em seguida.

De acordo com a polícia, o homem negou todas as acusações. Explicou durante o depoimento que Vanderluce já estava enferma antes do tratamento e morreu 42 dias após a cirurgia espiritual. Em relação ao caso do idoso Arnaldo, ele alega que já possuía tumores nos testículos, inclusive exalando mau cheiro. Acrescenta que a morte também ocorreu 40 dias após a cirurgias espiritual.

Antônio afirmou que não usou qualquer instrumentos nos procedimentos. Defendeu-se dizendo que as pessoas estão em busca de indenizações, devido à sua boa situação financeira.

Após o depoimento de Antônio Miguel, a polícia continuará com as investigações, ouvindo outros envolvidos.



Nenhum comentário

Os comentários publicados não representam o pensamento ou ideologia do Portal Lapa Oeste, sendo de inteira responsabilidade dos seus autores.