Breaking News

Riacho de Santana terá uma escola militarizada em 2019







O prefeito de Riacho de Santana Alan Vieira, se reuniu na manhã desta quinta-feira, 07 com o tenente coronel Luiz Augusto Normanha de Carvalho, comandante da 38ª Compainha Independente de Policia Militar de Bom Jesus da Lapa, com o objetivo de implantar em Riacho de Santana o projeto da escola militarizada. Projeto esse que já é adotado em várias cidades da Bahia. Na reunião o tenente coronel Normanha apresentou o mesmo projeto que foi aplicado na recém-militarizada escola Wilson Lins em Bom Jesus da Lapa.

O projeto de militarizar uma escola municipal é um sonho antigo do prefeito Alan Vieira que já havia mencionado esse desejo ao comandante geral da PMBA coronel Anselmo Brandão, como o projeto expandiu pela Bahia, o gestor municipal afirmou que vai militarizar uma escola municipal ainda nesse ano de 2019.

Esteviram presentes na reunião também, o secretário municipal de Educação Wilson Nogueira, o Sargento Manoel Édson, e o soldado João Cleber que atua com o PROERD (Programa Educacional de Resistencia as Drogas e a violência) no município. 



Na oportunidade o secretário municipal de educação aproveitou para tirar dúvidas sobre o projeto, e afirmou que irá levar a proposta para ser apresentada à sua equipe pedagógica. 

O tenente coronel Normanha fez questão de ressaltar que no modelo de escola militarizada deve haver uma parceria, na qual, o município é responsável pela parte pedagógica, e também pela equipe de professores, enquanto a polícia militar atua na parte disciplinar inclusive com aulas e com práticas que insiram os alunos em uma performance responsável, disciplinada, e cidadã.

O projeto pode sofrer alguns ajustes pedagógicos de acordo a análise da equipe da secretaria municipal de educação. O nome da escola que será militarizada ainda está sob analise do prefeito e da equipe que cuida da pasta de educação.

ASCOM/38ª CIPM



Nenhum comentário

Os comentários publicados não representam o pensamento ou ideologia do Portal Lapa Oeste, sendo de inteira responsabilidade dos seus autores.