Breaking News

"Vapor" Benjamin Guimarães apodrece abandonado na margem do Velho Chico



Foto: divulgação
O colunista Jorge de Souza publicou grave denúncia contra o abandono sofrido pelo "vapor" Benjamin Guimarães, ancorado na margem do Rio São Francisco, em Pirapora, Minas Gerais. A embarcação se confunde com a história do transporte fluvial pelo Velho Chico, durante todo o século XX.

De acordo com o colunista, a ferrugem corroi o casco e o capim da margem já invade o a embarcação. Autoridades municipais lamentam o estado da embarcação, mas dizem que o município não pode intervir desde que foi transformada em patrimônio histórico e qualquer reforma depende de liberação dos órgãos competentes.



Foto: Folhapress
Jorge de Souza relembra que é a segunda vez que o Benjamin Guimarães corre risco de desaparecimento. A primeira foi em 1986, quando a própria prefeitura de Pirapora custeou os reparos e a restauração, após vários anos de abandono. Logo depois, o vapor foi tombado e passou a ser utilizado em pequenos percursos ao redor da cidade.

Devido ao estado caótico da embarcação, a Capitania dos Portos do Rio São Francisco proibiu o transporte de passageiros em 2014. Desde então, o vapor sofre com o abandono e a ação do tempo. Veja a reportagem completa no Histórias do Mar, no Portal UOL.



Nenhum comentário

Os comentários publicados não representam o pensamento ou ideologia do Portal Lapa Oeste, sendo de inteira responsabilidade dos seus autores.