loading...

Breaking News

Brasil sem vacina





Foto: Agência Brasil
O Ministério da Saúde só vai entregar aos municípios 48% das doses da BCG, que protege contra tuberculose e é a primeira do calendário vacinal. Com isso, prefeituras já estão restringindo os dias das aplicações: frascos com múltiplas doses só são abertos em dias específicos, para não ter risco de alguma dose sobrar e ir para o lixo. Uma preocupação imediata é que uma das razões apontadas para a diminuição na cobertura é o número de vezes que os pais precisam se deslocar para completar o calendário. Ter que ir mais de um dia para conseguir dar a mesma vacina deve piorar a situação. 



Segundo a pasta, a redução na distribuição é pontual e se deve a uma mudança na localização do armazém da vacina. Mas secretários de saúde reclamam de outra coisa: faltam também soros para picadas de animais venenosos. O ministério disse que a produção vai normalizar no próximo semestre mas, ao menos na matéria do Estadão, não ofereceu nenhuma justificativa para a indisponibilidade. Informações do O Estadão



Nenhum comentário

Os comentários publicados não representam o pensamento ou ideologia do Portal Lapa Oeste, sendo de inteira responsabilidade dos seus autores.