loading...

Breaking News

Cerca de 10 anos após 1º leilão de fontes eólicas, Bahia lidera comercialização de parques e gera 40 mil empregos direto



Cerca de 10 anos após o 1º leilão de fontes eólicas, Bahia lidera comercialização de parques e gera 40 mil empregos diretos — Foto: João Ramos/Ascom SDE



A cerca de 10 anos após o primeiro leilão de fontes eólicas no Brasil, a Bahia é o estado que lidera a comercialização de parques geradores da energia renovável. Durante esse período, mais de 40 mil empregos diretos foram gerados. 

De acordo com a ABEEólica (Associação Brasileira de Energia Eólica), a comercialização de parques nos leilões de energia na Bahia representa 30,58% do total do país, que é o 8º maior produtor de energia eólica no mundo. Hoje, o estado tem 147 equipamentos em operação. 

Com capacidade instalada de 3.730 MW, essas usinas geram 1.330 GWh/mês e têm capacidade para abastecer 11 milhões de residências, beneficiando uma média de 33 milhões de habitantes. 



Além dos parques que geram energia eólica, o estado tem um parque industrial voltado para produção de equipamentos e é o principal polo nacional na fabricação de componentes. 

A cadeia produtiva conta com seis grandes empreendimentos, que somam R$ 704 milhões de investimentos e geram 1,3 mil empregos, beneficiando os municípios de Juazeiro, Jacobina, Camaçari e Simões Filho.

  G1 Bahia  



Nenhum comentário

Os comentários publicados não representam o pensamento ou ideologia do Portal Lapa Oeste, sendo de inteira responsabilidade dos seus autores.