Breaking News

Jovem finge desaparecimento em Brumadinho após receber ameaças da família por ser homossexual






Foto: arquivo pessoal
O agricultor Evandro Schwirkowsky, de 23 anos, saiu da lista de desaparecidos da tragédia de Brumadinho, em 25 de janeiro, quando uma barragem de rejeitos da Vale do Rio Doce se rompeu e deixou 231 pessoas mortas e 40 pessoas ainda desaparecidas.

Evandro estava na lista de pessoas não localizadas até essa sexta-feira (19), quando resolveu reaparecer e contar que estava vivo, além de explicar as razões do seu desaparecimento, que envolve brigas em família e até ameaças de morte por parte do pai.




O rapaz relatou que se aproveitou da sua estadia em Brumadinho, dias antes da tragédia, e fugiu para Salvador, com o objetivo de se livrar das ameaças sofridas da família por sua orientação homossexual.

De acordo com Evandro, os conflitos começaram quando ele se casou com o atual companheiro, Edemilson de Jesus Silva, de 34 anos, há seis anos. Ele diz que foi obrigado a sair de imóveis anteriores para se livrar da violência, principalmente, do pai, que o ameaçou com uma foice.




Evandro saiu de Brumadinho, horas antes do rompimento da barragem e durante a viagem para Salvador, resolveu colocar em prática o plano do desaparecimento, ocultando sua estadia até do próprio companheiro.

Ele diz que resolveu reaparecer porque não aguentava mais viver escondido e com medo. Durante a fuga, conta que foi auxiliado por muitas pessoas, mas não revelará os nomes para não comprometê-las.




Evandro afirma estar muito arrependido e pede compreensão e respeito à família por sua orientação sexual. Ele recebeu o apoio do companheiro, com o qual reatou o casamento e, agora, busca construir mais uma casa e conseguir um emprego. Informações do Correio 24 Horas.



Nenhum comentário

Os comentários publicados não representam o pensamento ou ideologia do Portal Lapa Oeste, sendo de inteira responsabilidade dos seus autores.