Breaking News

Vergonha: universidades sob ataque, do ministro ao jogo sujo das fakes



Weintraub: um desserviço ao país em nome da moral - Foto: Marcelo Camargo l Agência Brasil l 2.5.2019



O anúncio do corte de 30% nas verbas das instituições de ensino superior pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, vem acompanhado da banda podre nas redes. Um bombardeio de memes, muitos nitidamente fakes, mostra gente nua andando pelos corredores, em protestos, nas salas.

Em síntese, uma, intenção deliberada de qualificar os núcleos acadêmicos como ambientes de libertinagem tão explícita que num comparativo visual os prostíbulos, nos seus áureos tempos, até parecem santuários.



Avanço com Lula — Dizem os defensores das universidades que os ataques partem dos mesmos núcleos que durante a campanha eleitoral turbinaram as redes sociais pró-Bolsonaro.

Os ataques, oficiais ou marginais, apenas carimbam uma convicção: o viés ideológico presente. Bolsonaro e cia acham que as universidades são ninhos da esquerda.



Antes da era Lula a Bahia só tinha uma universidade federal, a UFBa. Ganhou mais quatro (UFRB, UFSB, UFOB, Unilab e Univasf). Mesmo nesse tempo se via setores como biologia marinha, nutrido com dinheiro da Petrobras, pujante, enquanto os laboratórios de genética, que estuda as deformações que os desatinos industriais e ambientais causam, à mingua.

Sem dúvida que Weintraub presta gigantesco desserviço ao país. Boicota o progresso do conhecimento, aumenta a segregação social, premia o atraso. Como diz o poeta, é triste, mas existe.

Levi Vasconcelos / A Tarde



Nenhum comentário

Os comentários publicados não representam o pensamento ou ideologia do Portal Lapa Oeste, sendo de inteira responsabilidade dos seus autores.