Breaking News

PRF na Bahia realiza evento de encerramento da Operação Copa América 2019









Na manhã da última terça-feira (02), foi realizado o debriefing da Operação Copa América 2019, no auditório do Ministério Público da Bahia, em Salvador (BA). A reunião teve como objetivo apresentar os resultados da operação e agradecer o efetivo da PRF que atuou em mais um grande evento com alto grau de profissionalismo e eficiência.

A cerimônia recepcionada pela Superintendência na Bahia, contou com a presença do Corregedor-Geral, Célio Constantino da Costa, do Chefe Substituto do Comando de Operações Especializadas e de Fronteira, Tiago Carvalho, do presidente da Comissão Regional Copa América (CRCA) da Bahia, Fernando Vieira, além dos coordenadores das áreas temáticas, chefes de núcleos e setores, e do efetivo convocado. Ao todo, aproximadamente 200 pessoas participaram da reunião.






Em seu discurso de abertura, Jeferson Almeida Moraes, Superintendente Substituto e Chefe da Seção de Operações da PRF na Bahia, agradeceu a todos os envolvidos na operação e os esforços que foram feitos para que os objetivos fossem alcançados. “Hoje é dia de comemorar mais uma operação exitosa. As metas foram alcançadas graças ao brilhantismo, dedicação e competência com as quais todos vocês, aqui presentes, desempenharam sua nobre função de servir a sociedade”, destacou Jeferson Moraes.

Fernando Vieira, presidente da CRCA-BA, destacou a qualidade do efetivo. “Agradeço o comprometimento e trabalho em equipe realizado nesta operação. Os desafios foram superados, pois pude contar com o profissionalismo dos policiais, que garantiram segurança com cidadania a população”, apontou Vieira.




Em seguida, ocorreu a apresentação das áreas temáticas, sendo detalhados os resultados obtidos por cada coordenação, com destaque a todo o aparato tecnológico, administrativo, gestão, inteligência e logística disponibilizados. As equipes de batedores e motopoliciamento, choqueanos, operações aéreas, GOC, comando e controle, fiscalização metropolitana e divisas, DHC, tecnologia e radiocomunicação, logística, Prosserv, APH, corregedoria, inteligência e comunicação, todos executaram com maestria as atividades planejadas. Todos receberam formalmente os agradecimentos pelos serviços prestados.

Durante o período da operação, dezenas de escoltas foram realizadas com sucesso e sem incidentes registrados. Patrulhamento nas rodovias garantiram a fluidez no trânsito e a segurança viária. Milhares de veículos e pessoas minunciosamente fiscalizados. Às infrações de trânsito flagradas, foram notificadas. Todos os dias, o enfrentamento à criminalidade foi intenso. Os cinturões de segurança, na região metropolitana e nos corredores de acesso ao estado, resultaram em apreensões, prisões, recuperação de veículos e, principalmente e mais importante: a preservação de vidas.




Em seu pronunciamento, Tiago Carvalho, chefe substituto do Comando de Operações Especializados e de Fronteira, expressou sua satisfação com os resultados obtidos. “Não tinha dúvidas que a PRF na Bahia apresentaria excelentes resultados à sociedade, pelo nível de envolvimento e profissionalismo dos servidores”, destacou Tiago.

Célio Constantino da Costa, Coordenador- Geral do DPRF, evidenciou que durante a operação não foi registrada ação de natureza correcional. “A Bahia é case de sucesso. Os resultados foram expressivos e fortalecem a imagem da PRF no cenário da segurança pública”, apontou Constantino.




O Superintendente Regional na Bahia, Virgílio de Paula Tourinho, manifestou seu entusiasmo com o sucesso da operação. Encerrou a solenidade dizendo: “Muito obrigado. Estamos comemorando mais uma vitória em virtude do engajamento desta equipe, desta seleção de bravos guerreiros. O desejo em dar o melhor de si foi perceptível nas ações realizadas. Vocês deram show.”, disse Tourinho.

A Copa América finalizou o ciclo de Grandes Eventos no Brasil, e a PRF esteve presente em todos eles, que tiveram início nos Jogos Pan-Americanos, em 2007, e seguiram com a Copa das Confederações e Jornada Mundial da Juventude, ambos em 2013, além da Copa do Mundo Fifa 2014 e Jogos Olímpicos em 2016.


NUCOM/PRF/BA



Nenhum comentário

Os comentários publicados não representam o pensamento ou ideologia do Portal Lapa Oeste, sendo de inteira responsabilidade dos seus autores.