loading...

Breaking News

Flexibilização de segurança do trabalho é retrocesso, dizem auditores-fiscais




[Flexibilização de segurança do trabalho é retrocesso, dizem auditores-fiscais]

Por: Catarinha Lopes / Metro 1

Os Auditores-Fiscais do Trabalho estão preocupados com a proposta do governo federal de reduzir em 90% as 37 normas de segurança do trabalho, o que é considerado um retrocesso pelos auditores. O projeto, anunciado em maio de 2019 pelo secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, quer simplificar regras e diminuir custos para empresas.



“O governo demonstra preocupação com competitividade e produtividade das empresas e ignora o fato do Brasil ocupar os primeiros lugares no ranking mundial em acidentes e mortes no trabalho”, declarou o presidente do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho – Delegacia Sindical na Bahia (Sinait-DS/BA), Roberto Miguel Santos.

A preocupação é que o número de acidentes no trabalho aumente. Atualmente, segundo dados da Organização Internacional do Trabalho, no Brasil, um acidente no trabalho ocorre a cada 48 segundos, e uma morte a cada 3h38. Na Bahia, de 2014 a 2018, foram registrados 44.888 acidentes de trabalho e 272 óbitos.


NÃO PERCA OS FATOS! Acesse nossa página no Facebook (clique aqui), clique em curtir e receba todo o conteúdo do Portal Lapa Oeste. Contamos com você!


Nenhum comentário

Os comentários publicados não representam o pensamento ou ideologia do Portal Lapa Oeste, sendo de inteira responsabilidade dos seus autores.