Breaking News

Lapa: servidora é condenada por desviar recursos da Educação




Resultado de imagem para justiça federal da bahia



Por:
Bahia Notícias

A servidora pública do município de Bom Jesus da Lapa, Flávia Carvalho Garcia, foi condenada a seis anos e seis dias de prisão em regime semiaberto por ter desviado em benefício próprio mais de R$14 mil de contas de 20 escolas públicas, utilizando cheques assinados ilegalmente ou com assinaturas falsas. Ela ainda terá que devolver recursos que desviou.

Para o procurador Adnilson Gonçalves da Silva, que atuou no caso, a sentença condenatória serve de alerta aos agentes públicos do município de Bom Jesus da Lapa e região. “A apuração de desvio e apropriação de recursos públicos, especialmente da educação e saúde, é prioridade do Ministério Público Federal, e os ilícitos cometidos, por mais graduada que seja a autoridade corrupta ou por mais ardilosa que pensa ser, serão exemplarmente punidos.”, afirma.



Na época que realizou os desvios, em 2013, Flávia era coordenadora do Programa Dinheiro Direto da Escola (PDDE). O crime foi descoberto por professores e representantes de colegiados escolares, que perceberam inconsistências em suas prestações de contas do ano de 2012. Ela foi denunciada pelo MPF em abril de 2016, e foi condenada em julho deste ano pelo crime de peculato.

Durante o processo judicial iniciado a partir da ação do Ministério Público Federal (MPF), Flávia confessou o crime.

Nenhum comentário

Os comentários publicados não representam o pensamento ou ideologia do Portal Lapa Oeste, sendo de inteira responsabilidade dos seus autores.