Breaking News

Caixa alerta para golpes envolvendo saques do FGTS





FGTS app Caixa

Por: Revista Exame

Os primeiros beneficiados pelos saques de até 500 reais liberados neste e no próximo ano do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) já começaram a receber o seu dinheiro.




Os valores começaram a ser depositados na sexta-feira passada para clientes da Caixa Econômica Federal nascidos em janeiro, fevereiro, março e abril. Os saques acontecerão até março do ano que vem, em um calendário que segue o mês de aniversário dos cotistas.

A estimativa da Caixa, considerando apenas aqueles que são clientes do banco, é de que 33 milhões de trabalhadores recebam seu saldo na conta poupança nos próximos meses. No total, o programa deve movimentar 40 bilhões de reais em pagamentos.

O “saque imediato”, como vem sendo chamado pelo governo, acontecerá uma única vez e permite a retirada de até 500 reais de cada uma das contas do trabalhador no FGTS, consideradas tanto sua conta ativa (do trabalho atual) quanto as inativas (de trabalhos passados). O saque imediato é diferente do saque-aniversário, que só começa no ano que vem, e não prejudica outros direitos, como o de retirada do saldo em caso de demissão.




Frente ao alto número de brasileiros que têm direito ao saque imediato, a Caixa tem alertado para golpes que já começam a aparecer no rastro do dinheiro extra a ser liberado. O banco listou os mais comuns e dá dicas de como evitá-los:
Não forneça senhas ou número do cartão

De acordo com a Caixa, alguns golpistas procuram entrar em contato com os clientes se passando por empregados das centrais de cartões ou do banco para obter informações.

A Caixa informa que não solicita senhas, dados ou informações pessoais do trabalhador, sejam relativas aos cartões da conta no banco ou ao Cartão Cidadão, usado para sacar benefícios sociais. A orientação é não fornecer essas informações a ninguém.



Não clique em link em nome da Caixa

O banco não envia links por e-mail, SMS ou WhatsApp, assim como também não pede confirmação de dispositivo ou acesso à conta por nenhum desses canais. Se você receber mensagens desse tipo, desconfie.
Não existe “pré-cadastro” para saque do FGTS

De acordo com a Caixa, golpistas têm se passado por agentes do banco pelo WhatsApp. Não responda e não realize supostos pré-cadastros para o saque do FGTS.




Os únicos locais para cadastro e consulta referentes ao FGTS são os canais oficiais do banco, pelo site, o aplicativo, telefone ou nas agências Caixa.
Busque os canais oficias

Caso receba mensagens ou ligações suspeitas, a orientação da Caixa é desconfiar e procurar os canais oficiais de contato do banco antes de fornecer qualquer informação.

Os sites oficiais de informações sobre o FGTS e de consulta ao saldo disponível para saque são a página da Caixa (www.caixa.gov.br) ou do FGTS (fgts.caixa.gov.br). Também é possível realizar a consulta por meio do aplicativo do FGTS, disponível para Android e iPhone.

Também é possível tirar dúvidas por meio do telefone 0800-726-0207 ou presencialmente, nas agências.

A Caixa mantem, ainda, a página www.caixa.gov.br/seguranca, em que é possível tirar dúvidas e acompanhar informações atualizadas sobre os principais golpes praticados pelos fraudadores.
UNEB emite nota sobre suposta emissão de diplomas falsos

Nenhum comentário

Os comentários publicados não representam o pensamento ou ideologia do Portal Lapa Oeste, sendo de inteira responsabilidade dos seus autores.