Breaking News

Candidatos e fiscais apontem várias fraudes nas eleições para o Conselho Tutelar de Carinhanha




Foto: Alerta Bahia


Candidatos derrotados e fiscais na eleição para o Conselho Tutelar de Carinhanha acionaram o Ministério Público solicitando o cancelamento do processo, por supostas fraudes cometidas durante a votação e a apuração.

De acordo com o Alerta Bahia, os candidatos apontaram várias irregularidades, como a abertura e o fechamento dos locais de votação em horários diferentes daqueles regulamentados em lei, ou o impedimento de determinadas pessoas de votarem, mesmo estando em situação regular e o nome constando na folha de votação.

Segundo a reportagem, os denunciantes afirmam que a quantidade de votos retirados das urnas no local de apuração, foi superior aos votos coletados durante a votação. A denúncia detalhou que os representantes do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente impediram os fiscais de acompanharem as urnas após o fechamento da votação.



Ainda segundo a documentação entregue ao MP, a presidente do CMDCA se recusou a registrar em ata as irregularidades apontadas pela fiscalização. Outra irregularidade apontada na reportagem, foi o transporte irregular de eleitores e até a utilização da Igreja Assembleia de Deus, como ponto para fornecimento de almoço aos eleitores, favorecendo uma candidata ao Conselho.

De acordo com a matéria do Alerta Bahia, as irregularidades teriam causado tumulto em vários locais de votação, impedindo, até, o acesso de alguns eleitores.





NÃO PERCA OS FATOS! Acesse nossa página no Facebook (clique aqui), clique em curtir e receba todo o conteúdo do Portal Lapa Oeste. Contamos com você!



NÃO PERCA OS FATOS! Acesse nossa página no Facebook (clique aqui), clique em curtir e receba todo o conteúdo do Portal Lapa Oeste. Contamos com você!


Nenhum comentário

Os comentários publicados não representam o pensamento ou ideologia do Portal Lapa Oeste, sendo de inteira responsabilidade dos seus autores.