Breaking News

Pandemia: professores e pais acionam justiça contra ensino remoto



Gabriella Orion Felix Benz com apostilas e computador para o ensino à distância em São Paulo 
Foto: Folhapress

Por: Folha de S. Paulo

Mais de um mês após o fechamento das escolas em todo o país por conta da pandemia, começam a surgir questionamentos quanto à eficácia de se considerar que as aulas não presenciais e atividades a distância possam substituir o que o aluno aprende nas escolas.



Sobretudo na rede opúbica, em que o acedsso dos estudantes e professores à internet muitas vezes é inexistente ou precário, teme-se o aprofundmento das desigualdades no aprendizado.

É com essa preocupação que começam a surgir ações do Ministério Público e proujetos e lei para impedir que o ensino remoto na educação básica seja contabilizado como parte das horas letivas obrigatórias esputaldadas pelo Ministério da Educação.

"Mesmo que houvesse provisão de tablets e internet a todos, não há condições de aprendizagem porque muitos estão passando fome", diz Andressa Pellanda, coordenadora da Campanha Nacional pelo Direito à Educação.

Acompanhe a reportagem completa da Folha de S. Paulo: clique aqui.




NÃO PERCA OS FATOS! Acesse nossa página no Facebook (clique aqui), clique em curtir e receba todo o conteúdo do Portal Lapa Oeste. Contamos com você!





NÃO PERCA OS FATOS! Acesse nossa página no Facebook (clique aqui), clique em curtir e receba todo o conteúdo do Portal Lapa Oeste. Contamos com você!


Nenhum comentário

Os comentários publicados não representam o pensamento ou ideologia do Portal Lapa Oeste, sendo de inteira responsabilidade dos seus autores.