Breaking News

Artigo: principais dúvidas na hora de alugar um imóvel



Se você têm dúvidas sobre alugar uma casa ou apartamento, confira este artigo que preparamos para você. 



É comum que alguns inquilinos tenham algumas dúvidas ao alugar um imóvel, isso acontece porque muitas vezes é a primeira vez e não entende como funciona todo o processo de locação. E muitas vezes por se tratar de uma negociação direto com o proprietário acaba que esse inquilino pode nem saber sobre a lei do inquilinato e outros fatores. 



É necessário um contrato de locação? 

O contrato é uma das peças fundamentais para que seja feita a transação financeira, e no caso do aluguel de apartamentos em Vitória da Conquista isso não muda. Esse documento irá assegurar ambas às partes sobre seus os direitos e deveres que devem ser cumpridos, caso isso não ocorra estarão sujeitos a multas. No momento de assinar este contrato, leia cautelosamente. Afinal as imobiliárias já conhecem todos os trâmites e detalhes que constam no documento, mas isso não quer dizer que o inquilino deve saber, principalmente ao se tratar de alguém que está alugando um imóvel pela primeira vez. Todo processo de locação é complexo, mas é possível de finalizar. Lembra-se que esse contrato prevê as datas de início e fim da locação do imóvel, os valores a serem pagos, o reajuste e as taxas que devem ser pagas pelo inquilino. Também verifique se no documento há algo referente a inadimplência, desistência do contrato e até danificação do imóvel durante o tempo que ficou alugado. Esses são detalhes que assegurem tanto o locador quanto o locatário, afinal ninguém irá querer arcar com algo que não é de sua responsabilidade. 

É necessário fazer uma vistoria completa no imóvel antes de alugá-lo? 

Sim, é recomendável também que você contrate um profissional especializado neste tipo de vistoria. Pois essas pessoas possuem a experiência o suficiente para que nenhum detalhe do imóvel passe despercebido. O documento de vistoria dá detalhes ao inquilino sobre situação do imóvel assim que as chaves do imóvel são entregue. No mesmo devem constar o estado de preservação do imóvel. Também é necessário testar toda parte elétrica e hidráulica do imóvel e caso apresentem algum defeito, deve-se avisar o proprietário para que seja consertado antes que o imóvel seja habitado, afinal é ele quem deve arcar com essas reformas antes que o imóvel seja alugado. 

Nesse momento, convém atentar-se também à presença de cupins, que podem estragar um móvel e até mesmo o imóvel caso seja de madeira. Para que o documento de vistoria se faça necessário, registre todos os detalhes em fotos e vídeos. Assim, fica mais fácil de argumentar no caso haja divergências ao final do contrato de aluguel. Mesmo que você queira alugar, é necessário que essa vistoria seja completa, independente da metragem que esse imóvel tenha. 



Mas, quais são os meus deveres como inquilino? 

Um contrato de aluguel é protegido pela Lei do Inquilinato, que também detalha as responsabilidades de um inquilino. Caso você pretenda alugar um imóvel, saiba que uma de suas obrigações é entregá-lo nas mesmas condições em que ele estava quando você o vistoriou. Por esse motivo, caso o imóvel precise de uma pintura nova, que o piso ou a fiação sejam trocados, o inquilino pode realizar esses reparos. Também é de obrigação do inquilino pagar o valor do aluguel em dia e ficar responsável por pagar as contas de água, luz e gás. Esses detalhes estão incluídos no documento feito durante a vistoria, que falamos no tópico acima. 

O que são garantias locatícias? 

Por mais que toda negociação seja feita direto com o proprietário, ele pode exigir uma das garantias concedidas pela Lei do Inquilinato. Uma das modalidades de garantia locatícia é a de fiador, onde uma pessoa que tenha um imóvel já quitado ficará responsável por suas dívidas em caso de inadimplências no aluguel. Porém, muitas pessoas não possuem alguém que fique responsável por essa garantia, por isso, muitas vezes o proprietário tem de rever as outras garantias. Outra possibilidade é o depósito caução. Essa modalidade, disponibiliza que ambas as partes abra uma poupança e o inquilino fique responsável por depositar um valor X mensalmente. 

Esse valor garante que o proprietário do imóvel não saia no prejuízo. De modo geral, esse valor deve ser 3 vezes o aluguel. Existem também outra modalidade de capitalização, que chega a até 10 vezes o valor do aluguel. E por último, o seguro-fiança no qual você contrata e a seguradora se compromete em pagar o proprietário em dia, mas não libera o inquilino da dívida que adquiriu. Assegure que no contrato tenha apenas uma única modalidade de garantia locatícia, já que mais duas é proibida por lei. 



Tenho que manter uma boa relação com o proprietário? 

Procure sempre manter uma relação de cordialidade durante suas conversas com o proprietário do imóvel. Evitar discussões a respeito de independências e no pagamento das dívidas. Lembre-se de que o contrato de locação direto com o proprietário deve ser levado a sério, mesmo sem que tenha uma imobiliária envolvida. 

Essa harmonia entre vocês pode ser extremamente benéfica para ambos os lados. Pois, caso você passe por alguma dificuldade financeira ou precise de um reajuste no valor do aluguel, será mais fácil do proprietário ajudar, afinal, você sempre o tratou com educação e respeito. É importante ressaltar, que você deve cuidar do estado do imóvel. O aluguel nada mais é do que usufruir do bem de outro indivíduo, por isso, seja cuide. Vale a pena respeitar sempre as leis estabelecidas, evitando assim que a sua reputação como inquilino seja abalada. 

Tire todas as dúvidas que tiver enquanto inquilino, com certeza, a imobiliário ou o proprietário do imóvel irão responder a todas as suas perguntas sobre os trâmites que envolvem o aluguel do imóvel. Lembre-se sempre de ler atentamente e guardar o contrato de locação. 

Gostou deste artigo? Compartilhe em suas redes sociais para que mais pessoas saibam no que se atentar ao alugar um imóvel direto com o proprietário!



Nenhum comentário

Os comentários publicados não representam o pensamento ou ideologia do Portal Lapa Oeste, sendo de inteira responsabilidade dos seus autores.